Meteorologia

  • 26 ABRIL 2019
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 13º

Edição

Carlos Abreu Amorim acusa ministra da Saúde de “radicalismo desmiolado”

O social-democrata diz ainda que se António Costa "não perceber o óbvio" no conflito entre a ADSE e os grupos privados de saúde, a factura política sair-lhe-á cara.

Carlos Abreu Amorim acusa ministra da Saúde de “radicalismo desmiolado”
Notícias ao Minuto

23:08 - 14/02/19 por Notícias Ao Minuto 

Política PSD

O deputado Carlos Abreu Amorim defende que a ADSE precisa dos privados assim como estes necessitam das convenções com o subsistema de saúde do Estado. Só assim, posiciona-se, “serão satisfeitos os legítimos interesses dos utentes”.

Na ótica do social-democrata, se António Costa “não perceber o óbvio” e continuar a permitir aquilo que apelida de “radicalismo desmiolado da ministra” Marta Temido, “irá pagar um elevado preço político”.

Estas considerações do deputado do principal partido da oposição, feitas na rede social Facebook, surgem depois de Carlos César ter comentado o diferendo entre a ADSE e os grupos privados de saúde, defendendo que é “negociações serenas” e admitindo mudanças das regras para futuro.

Uma posição que – na opinião de Carlos Abreu Amorim - “contrasta flagrantemente com tudo aquilo que 'a ministra da Saúde que temos' tem manifestado". 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório