Meteorologia

  • 23 ABRIL 2019
Tempo
13º
MIN 11º MÁX 15º

Edição

Rui Rio considera que o Governo "exagerou um bocado" nas remodelações

O presidente do PSD, Rui Rio, considerou hoje que o Governo "exagerou um bocado" nas remodelações e que as sucessivas alterações de secretários de Estado e ministros não dão estabilidade governativa.

Rui Rio considera que o Governo "exagerou um bocado" nas remodelações
Notícias ao Minuto

18:34 - 14/02/19 por Lusa

Política PSD

"Eu, naturalmente, percebo que tem de haver muitas vezes remodelações governativas, agora parece-me que este Governo exagerou um bocado, não há grande estabilidade governativa se olharmos desde 2015/2016 até hoje", afirmou Rui Rio, em declarações aos jornalistas, após uma visita ao Instituto de Investigação e Inovação em Saúde (I3S), no Porto, na companhia do candidato do PPE à Comissão Europeia, Mafred Weber.

Na opinião do líder social-democrata é "muito difícil" um governo ter uma governação de médio e longo prazo se os seus elementos estão permanentemente a mudar, acrescentando já ter perdido "há muito tempo" a conta às alterações.

"Eu já perdi a conta às remodelações, eu já perdi a conta aos secretários de Estado, eu já perdi a conta aos ministros que, entretanto, se alteraram", sublinhou.

Rui Rio frisou que não pode haver uma política consistente se as pessoas estão sempre a mudar, reforçando que as remodelações de secretários de Estado "foram mesmo muitas".

"Eu até sou favorável à legislatura de cinco anos, quatro anos já é curto, e dentro dessa legislatura de quatro anos o Governo está sempre a mudar de ministros e secretários de Estado, obviamente que isso não dá governação estabilizada", salientou.

Tem vindo a ser noticiado em vários órgãos de comunicação social estarem iminentes alterações no Governo devido à constituição da lista de candidatos ao Parlamento Europeu, que poderá levar à saída do Governo do ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques, da e ministra da Presidência e Modernização Administrativa, Maria Manuel Leitão Marques.

"Esse assunto é um assunto que não foi discutido em Conselho de Ministros e falar em últimos atos no dia dos namorados não me parece grande ideia", ironizou o ministro do Ambiente e Transição Energética, Matos Fernandes, questionado sobre se os diplomas aprovados esta manhã pelo Governo seriam os seus últimos ainda com a tutela da habitação, pasta que, conforme tem sido noticiado, poderá transitar para outro Ministério.

Segundo o que tem sido noticiado, o atual secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, Pedro Nuno Santos, poderá assumir o cargo de ministro, com responsabilidades na área da habitação.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório