Meteorologia

  • 24 MARçO 2019
Tempo
22º
MIN 21º MÁX 23º

Edição

Rio tem "grande respeito" por Mota Amaral mas não se compromete com nomes

O líder do PSD manifestou hoje "um grande respeito" pelo antigo presidente da Assembleia da República Mota Amaral, mas escusou comprometer-se com nomes da lista para as europeias, apenas garantindo que os irá apresentar "até final de fevereiro".

Rio tem "grande respeito" por Mota Amaral mas não se compromete com nomes
Notícias ao Minuto

22:26 - 04/02/19 por Lusa

Política Europeias

Em entrevista ao 'podcast' "Perguntar Não Ofende", do comentador Daniel Oliveira, gravada ao vivo no Teatro São Luiz, em Lisboa, Rui Rio foi questionado por uma pessoa da assistência se iria respeitar a indicação do PSD/Açores e colocar o antigo presidente do Governo Regional dos Açores, João Bosco Mota Amaral, em lugar elegível na lista para o Parlamento Europeu.

"Compreendo a indicação do PSD/Açores, agora vou ter de fazer uma série de equilíbrios, que não são fáceis (...). O dr. Mota Amaral tem de estar em lugar elegível? Muito mais do que isso, por isso também não é fácil", afirmou, admitindo "ter na cabeça", mas ainda não fechada, a lista do partido para as europeias de 26 de maio.

No final, questionado pelos jornalistas, Rio não se comprometeu em anunciar o cabeça-de-lista às europeias esta semana, nem com qualquer nome.

"Confirmo o que sempre disse, que até ao final de fevereiro conto apresentar a lista, pelo menos os fundamentais, os nove, dez ou 11 primeiros", precisou.

Em concreto sobre o nome de Mota Amaral, o presidente do PSD salientou ter "um imenso respeito" por uma personalidade que já foi a segunda figura do Estado e disse compreender ser "o nome mais forte que os Açores têm".

"Agora, a forma como se conseguem equilibrar diversos fatores numa lista com tão pouca gente é o que vou ter de ver (...). O dr. Mota Amaral não é uma pessoa qualquer, é lógico que tem de ser tratado com a dignidade que merece. Se não for possível ser tratado com essa dignidade, então não pode estar, isso é evidente, é uma questão de respeito pela personalidade em causa", disse.

A entrevista de Rui Rio ao antigo dirigente do Bloco de Esquerda Daniel Oliveira vai estar disponível na íntegra nos próximos dias no site www.perguntarnaoofende.pt .

Na semana passada, a comissão política regional do PSD/Açores indicou o antigo presidente da Assembleia da República Mota Amaral como candidato pela região às europeias de maio, segundo adiantou à agência Lusa fonte dos sociais-democratas açorianos.

"Compete agora ao doutor Rui Rio tomar uma decisão sobre a posição em que o doutor Mota Amaral irá na lista eleitoral", prosseguiu a mesma fonte.

O "prestígio" de Mota Amaral, inclusive a "nível nacional", a sua "capacidade negocial", numa altura de discussão comunitária sobre o próximo quadro de apoio, e o seu papel como impulsionador do conceito de regiões periféricas são alguns dos argumentos para o PSD/Açores indicar o social-democrata às europeias.

Nas europeias de 2014, a candidata do PSD pelos Açores, Sofia Ribeiro, ficou em terceiro lugar na lista nacional dos sociais-democratas, então encabeçada por Paulo Rangel.

Sofia Ribeiro apoiou Pedro Nascimento Cabral na disputa no ano passado pela liderança do PSD/Açores, tendo este perdido para Alexandre Gaudêncio, atual líder do partido na região.

Posteriormente, a ainda eurodeputada anunciou que não estaria disponível para um eventual novo mandato no hemiciclo europeu.

Mota Amaral, de 75 anos, demonstrou recentemente confiança na direção de Rui Rio, tendo marcado presença no Conselho Nacional do PSD que decorreu há duas semanas, no Porto.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório