Meteorologia

  • 04 ABRIL 2020
Tempo
17º
MIN 11º MÁX 18º

Edição

Rio defende reforço da "dotação para apoiar" jovens agricultores

O presidente do PSD defendeu hoje o reforço da dotação "para apoio e instalação" de jovens agricultores e a criação de uma linha de crédito que "complemente as subvenções a fundo perdido" para combater a desertificação no interior.

Rio defende reforço da "dotação para apoiar" jovens agricultores
Notícias ao Minuto

15:56 - 28/01/19 por Lusa

Política PSD

"A idade média dos agricultores em Portugal é 65 anos. E só 4% dos agricultores tem menos de 40 anos. Se ligarmos isto à desertificação do interior, parte da explicação está dada. Se queremos mudar estes números dramáticos da ausência de jovens na agricultura, temos de reforçar a dotação para apoio e criação de jovens agricultores, desburocratizar a apreciação e aprovação de projetos e criar uma linha de crédito que complemente subvenções a fundo perdido", afirmou Rui Rio.

O presidente do PSD, que falava aos jornalistas após uma reunião com a Associação de Jovens Agricultores de Portugal, no Porto, alertou para as perspetivas de "corte de 15% nas verbas destinadas ao investimento na agricultura no novo Quadro Comunitário de Apoio [QCA]".

"Se olharmos ao que são as perspetivas novo QCA, verificamos que no segundo pilar, das verbas destinadas ao investimento na agricultura, existe um corte de 15% em preços correntes. Se colocarmos a inflação, a quebra é de 20%. São quebras muito grandes", observou.

Para Rui Rio, "uma das medidas importantes para termos mais jovens agricultores é compreendermos as especificidades do início da carreira e perceber que, quando um agricultor quer comprar terreno para agricultura, tem dificuldade em conseguir crédito".

"O terreno não tem a mesma liquidez que tem uma casa num grande centro urbanos", alertou.

Para o social-democrata, é "necessário que o Estado perceba que a ausência de histórico bancário e investimento necessário tem de ter essa componente em vista, sob pena de os apoios não surtirem o efeito que se pretende".

Rui Rio, que já ouviu várias associações do setor, admitiu que "todas disseram que o PSD, desde há uns anos, foi abandonando o setor, não lhe dando a devida atenção".

"É algo que me preocupa. Espero conseguir que, daqui por um ano ou dois anos, não possam fazer o mesmo reparo", observou.

Rui Rio esclareceu que o que está em causa é "dar mais atenção ao setor agrícola", tendo, por exemplo, algo que não existe atualmente, que é um "deputado com formação no quadro agrícola" no Parlamento Europeu.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório