Meteorologia

  • 14 NOVEMBRO 2019
Tempo
15º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

Rui Rio escusa-se a comentar episódios de violência na Grande Lisboa

O presidente do PSD recusou-se hoje a comentar o protesto e os episódios de violência registados nos últimos dias na Grande Lisboa, justificando não ter tido oportunidade de se debruçar sobre o assunto para poder fazer um "comentário responsável".

Rui Rio escusa-se a comentar episódios de violência na Grande Lisboa
Notícias ao Minuto

17:57 - 22/01/19 por Lusa

Política PSD

"Não tive oportunidade de me debruçar sobre essa notícia e, portanto, não estou em condições de fazer um comentário responsável", disse Rui Rio aos jornalistas, quando questionado à margem de uma reunião na sede do partido, em Lisboa.

Após insistência, o líder dos sociais-democratas referiu ainda não ter tido oportunidade de ver a questão com atenção.

"Não vi ainda com a devida atenção para poder comentar com a devida... não vi com a devida atenção", afirmou.

A PSP reforçou hoje o policiamento com elementos da Unidade Especial de Polícia na Bela Vista, em Setúbal, e em algumas zonas de Loures e Odivelas (distrito de Lisboa), após incidentes registados durante a noite, com o lançamento de "cocktails Molotov" contra uma esquadra e o incêndio de caixotes e de várias viaturas.

Em comunicado, a PSP informou que continua as investigações a estes incidentes, "nada indiciando, até ao momento, que estejam associados à manifestação" de protesto contra uma intervenção policial no bairro da Jamaica, no Seixal (Setúbal).

Após a manifestação em frente ao Ministério da Administração Interna na segunda-feira, em Lisboa, quatro pessoas foram detidas na sequência do apedrejamento de elementos da PSP por participantes no protesto, convocado para dizer "basta à violência policial" e "abaixo o racismo".

Este protesto ocorreu um dia depois de incidentes em Vale de Chícharos, conhecido por bairro da Jamaica, entre a PSP e moradores, de que resultaram feridos cinco civis e um polícia, sem gravidade.

Durante a madrugada, a esquadra da PSP no bairro da Bela Vista, em Setúbal, foi atingida por 'cocktails molotov' e na Póvoa de Santo Adrião e Odivelas, distrito de Lisboa, foram incendiados caixotes do lixo e viaturas, segundo a PSP.

O Ministério Público e a PSP abriram inquéritos aos incidentes no bairro da Jamaica.

Os quatro manifestantes detidos em Lisboa vão ser julgados sumariamente em 07 de fevereiro.

Entretanto, a concelhia de Lisboa do PSD reagiu a estes incidentes, e criticou a deputada Joana Mortágua, que partilhou nas redes sociais um vídeo dos incidentes no bairro da Jamaica e comentou que os bloquistas iriam pedir responsabilidades.

"Quem exige responsabilidades é o PSD/Lisboa, mas à Joana Mortágua e ao Bloco de Esquerda, pelas declarações irresponsáveis e que não podem ser alheias aos distúrbios ocorridos", refere a concelhia em comunicado enviado às redações.

Para o PSD/Lisboa, "num estado que se quer de direito, cabe aos políticos e aos partidos políticos, defender os direitos de todos os seus cidadãos, mas cabe-lhes de igual forma a defesa das suas instituições, nomeadamente as forças de segurança".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório