Meteorologia

  • 18 FEVEREIRO 2019
Tempo
12º
MIN 11º MÁX 12º

Edição

"Montenegro não está no Conselho Nacional porque não quis"

O vice-presidente do Partido Social-Democrata defendeu, à chegada ao hotel onde vai decorrer o Conselho Nacional Extraordinário do partido, que Luís Montenegro tem de ser “responsável pelos seus atos”.

"Montenegro não está no Conselho Nacional porque não quis"

Os militantes do PSD já estão reunidos num hotel no Porto para votar a moção de confiança apresentada por Rui Rio em resposta ao pedido de Luís Montenegro de realização de eleições diretas.

Salvador Malheiro, vice-presidente do partido, disse aos jornalistas que o importante, no dia de hoje, é que o partido saia deste Conselho extraordinário “unido, motivado e clarificado para poder encarar os desafios eleitorais” que agora se seguem.

Nesta senda, o social-democrata disse estar “confiante que a moção de confiança vai ser aprovada por larga maioria” e que Rui Rio e a sua comissão política nacional “vai sair daqui claramente reforçada”.

Quanto a Luís Montenegro, que não estará presente na reunião de hoje, Salvador Malheiro foi implacável. “O doutor Montenegro não está aqui hoje porque não quis".

"Se ele não tivesse renunciado ao seu cargo de deputado hoje poderia estar aqui. Não está cá porque tomou uma decisão no passado sem ter dado qualquer palavra à sua distrital”, atirou, acrescentando que as “pessoas têm de ser responsáveis pelos seus atos”.

Posto isto, Salvador Malheiro concluiu: “Não faz sentido estar cá”.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório