Meteorologia

  • 18 FEVEREIRO 2019
Tempo
12º
MIN 11º MÁX 12º

Edição

Governo usa 1.200 milhões de euros para responder a interpelação do CDS

O ministro do Planeamento e das Infraestruturas usou hoje a reprogramação de verbas do Portugal 2020, com concursos que representam 1.200 milhões de euros de investimento, para responder à interpelação do CDS sobre infraestruturas públicas, no parlamento.

Governo usa 1.200 milhões de euros para responder a interpelação do CDS
Notícias ao Minuto

16:08 - 12/12/18 por Lusa

Política Portugal 2020

Em resposta ao CDS, o ministro Pedro Marques acusou, mais uma vez, a direita de, quando esteve no Governo, ter deixado o Programa 2020 paralisado, sem as verbas necessárias para o fazer avançar.

E um dia depois do debate quinzenal com o primeiro-ministro, em que um dos temas centrais foram as paralisações em vários setores da sociedade, Pedro Marques acusou a oposição de ter ficado sem discurso e ter descoberto "uma enorme paixão pelas greves".

"Quando não tem nada a dizer, usam o argumento da propaganda", disse, sublinhando que serão "mais 5.000 milhões de euros de investimento apoiado pelo Portugal 2020, dos quais mais de 1/3 será aplicado em territórios de baixa densidade", além dos mil milhões para a "qualificação de jovens e adultos".

No seu discurso, em que tentou fazer o contraponto à tese de "um país a cair aos bocados" e em que "dia após dia, as infraestruturas estão a colapsar", Pedro Marques avançou com números da empresa responsável pela sua manutenção.

Para "tranquilizar os portugueses", garantiu que, segundo os dados de monitorização do Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC) "as infraestruturas são seguras e podem ser utilizadas com confiança".

A Infraestruturas de Portugal monitoriza cerca de 7.200 infraestruturas ferroviárias e rodoviárias, com resultados práticos positivos, afirmou ainda.

O ministro informou ainda que "até ao fim do ano" irá arrancar "a grande obra de manutenção da ponte 25 de Abril".

Será, segundo o Governo, a mais importante intervenção na ponte que liga as duas margem do Tejo desde que, em 1994, foi instalado o comboio. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório