Meteorologia

  • 15 DEZEMBRO 2018
Tempo
16º
MIN 16º MÁX 16º

Edição

Esquerda chumba complemento para pensões de bombeiros feridos nas chamas

A proposta havia sido apresentada pelo Partido Social-Democrata através do seu grupo parlamentar.

Esquerda chumba complemento para pensões de bombeiros feridos nas chamas
Notícias ao Minuto

13:23 - 27/11/18 por Patrícia Martins Carvalho 

Política Orçamento do Estado

Os deputados Fernando Negrão, António Leitão Amaro, Carlos Peixoto e Duarte Pacheco haviam apresentado ao Governo uma proposta que previa a criação de um complemento extraordinário às pensões de invalidez dos bombeiros voluntários feridos no exercício da atividade.

De acordo com a Proposta de Lei n.º156/XIII/4ª do Orçamento do Estado apresentada pelos deputados do PSD, e a que o Notícias ao Minuto teve acesso, este complemento extraordinário seria destinado aos bombeiros voluntários dos “quadros de comando e ativo”, corresponderia a “50% do indexante dos apoios sociais (IAS)” e aplicar-se-ia aos “beneficiários com pensão por invalidez cujo montante global de pensões seja igual ou inferior a 2 vezes o valor do IAS”.

A título de exemplo, o bombeiro Rui Rosinha, que ficou ferido no incêndio de Pedrógão Grande, tem declarada uma incapacidade de 85% e, se se reformar por invalidez, terá direito a uma pensão de 267 euros. Se o complemento tivesse sido aprovado, explicou fonte do PSD ao Notícias ao Minuto, “praticamente duplicaria a sua pensão”, o que era, aliás, o “mínimo” que o Estado poderia fazer.

No entanto, levada hoje à discussão na especialidade, na Assembleia da República, a medida foi chumbada pelo PS, Bloco de Esquerda e PCP, tendo contado apenas com os votos favoráveis do PSD e do CDS.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório