Meteorologia

  • 21 JULHO 2019
Tempo
19º
MIN 17º MÁX 20º

Edição

Catarina Martins reúne-se com presidente angolano

Uma comitiva do BE, da qual faz parte a líder bloquista, Catarina Martins, reúne-se hoje à noite com o Presidente de Angola, João Lourenço, em Lisboa, confirmou à agência Lusa no local.

Catarina Martins reúne-se com presidente angolano
Notícias ao Minuto

20:50 - 23/11/18 por Lusa

Política Encontro

Para além de Catarina Martins, a comitiva integrou também o líder parlamentar do BE, Pedro Filipe Soares, e o fundador e dirigente Luís Fazenda, um dos responsáveis pelo departamento internacional bloquista.

A comitiva chegou ao hotel cerca das 20:30 e foi recebida pelo protocolo angolano.

Fonte oficial do BE adiantou à Lusa que o encontro foi pedido pelo Presidente de Angola, não tendo sido divulgado antecipadamente.

À saída do encontro, em declarações aos jornalistas, a líder bloquista afirmou que "é sabido que o Bloco de Esquerda tem tido uma posição muito crítica sobre o regime angolano e sobre o MPLA".

"No entanto, nós não deixamos de acompanhar a expectativa do povo angolano para que possam existir mudanças neste período", destacou.

Segundo Catarina Martins, na reunião foi transmitido a João Lourenço que "as críticas que o Bloco tem feito ao regime angolano sobre as necessidades de liberdades políticas são críticas" que se mantêm.

"Reconhecemos que há alguns sinais de mudança e acompanhamos a expectativa do povo angolano numa mudança, achamos que é muito importante a colaboração da justiça de Portugal e de Angola porque há uma elite económica que se tem movido na sombra e que tem vindo a depredar os recursos tanto de um país como do outro", elencou.

A líder do BE garantiu que reiterou ao Presidente angolano "as posições de sempre do Bloco".

"Exigências com liberdades democráticas, muita preocupação com a corrupção e, nomeadamente, com a elite económica que circula entre Portugal e Angola, que não é só um problema angolano, é também um problema português", concretizou.

Sobre a avaliação que faz da governação de João Lourenço, Catarina Martins reiterou, apenas, que o BE acompanha "a expectativa do povo angolano de que os sinais se possam converter em mudanças muito concretas em nome do pluralismo, das liberdades e do desenvolvimento".

Na quinta-feira, na sessão solene na Assembleia da República, os deputados do PSD, PS, CDS-PP, PCP e Verdes aplaudiram de pé o discurso do Presidente da República de Angola, João Lourenço, ao contrário da bancada do BE.

No BE, a maioria dos deputados não se levantaram nem aplaudiram o discurso do chefe de Estado Angola, tal como o deputado único do PAN, André Silva.

O deputado bloquista e vice-presidente da Assembleia da República José Manuel Pureza foi uma das exceções, tal como Jorge Campos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório