Meteorologia

  • 30 NOVEMBRO 2020
Tempo
14º
MIN 10º MÁX 18º

Edição

Parlamento formaliza sessão extraordinária de boas vindas a João Lourenço

A Assembleia da República confirmou hoje a realização de uma sessão extraordinária de boas vindas ao Presidente de Angola, João Lourenço, para dia 22 de novembro, pelas 14h30, que não mereceu objeções de quaisquer partidos.

Parlamento formaliza sessão extraordinária de boas vindas a João Lourenço

De acordo com o porta-voz da conferência de líderes, o social-democrata Duarte Pacheco, "ninguém se pronunciou" depois de ter sido feito o anúncio da sessão, que, à semelhança de outras no passado, apenas deverá ter dois discursos: o do convidado, João Lourenço, e do presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues.

Questionado sobre o critério que levou a este convite ao chefe de Estado de Angola - que não se repete em todas as visitas presenciais a Portugal -, Duarte Pacheco remeteu para uma concertação entre Presidência da República, Presidência da Assembleia da República e Governo, que normalmente têm em conta o critério da reciprocidade.

O último chefe de Estado a discursar na Assembleia da República foi o rei de Espanha, Filipe VI, em 30 de novembro de 2016.

A lista de chefes de Estado estrangeiros a discursar em sessões solenes no parlamento português, em democracia, tem privilegiado as relações lusófonas, com o antigo Presidente do Brasil Fernando Henrique Cardoso e o antigo Presidente de Moçambique Joaquim Chissano a bisarem a honra, de acordo com a divisão de Protocolo do parlamento.

A Assembleia da República também realizou uma sessão solene de boas-vindas ao pai de Filipe VI, o rei Juan Carlos, durante uma visita a Portugal em 2000.

De acordo com a informação da Assembleia da República enviada à agência Lusa em 2016, a lista inclui também o Presidente francês Jacques Chirac, em 1999, no mesmo ano, o Presidente do Conselho Nacional da Resistência Timorense Xanana Gusmão, que ainda não era chefe de Estado, o Presidente da República de Itália Carlo Azeglio Ciampi, em 2001, e o Presidente do Brasil Luiz Inácio Lula da Silva, em 2003.

Fernando Henrique Cardoso discursou em 1995 e em 2000 e Joaquim Chissano em 1999 e 2004.

Antes de Filipe VI, o último chefe de Estado estrangeiro a falar numa sessão solene no parlamento tinha sido o Presidente de Moçambique Armando Guebuza, em 2010.

O Presidente de Angola realiza entre 22 e 24 de novembro uma visita a Portugal, que inclui no primeiro dia uma sessão no Parlamento e uma cerimónia nos Jerónimos, confirmou na segunda-feira fonte da casa civil da Presidência angolana.

O resto do programa será divulgado dias antes da visita.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório