Meteorologia

  • 17 NOVEMBRO 2018
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 14º

Edição

"O Orçamento tem mérito no grosso. No retalho tem alguns problemas"

Antigo líder do CDS fala na proposta das reformas antecipadas, medida que defraudou expetativas.

"O Orçamento tem mérito no grosso. No retalho tem alguns problemas"
Notícias ao Minuto

23:15 - 21/10/18 por Notícias Ao Minuto 

Política Paulo Portas

Paulo Portas congratulou-se na noite deste domingo por o Governo ter previsto um défice de 0,2 % no OE 2019, considerando que se trata da “evolução na continuidade de uma trajetória de redução do défice”.

“Em 2011 o défice era de 11%, [foi preciso] reduzi-lo para 3% sabe Deus com que dificuldades e Costa continuou essa redução até 0,2. Isso é bom", considerou o comentador da estação de Queluz.

Com o défice neste valor, o antigo líder do CDS entende que “Portugal está mais protegido de crises externas”.

“O Orçamento tem mérito no grosso. No retalho tem alguns problemas. Porquê? O que é menos bom? A permanente ideia de que o Governo promete o Jackpot e o que sai é a terminaçãozinha [...]. Isso aconteceu e irrita as pessoas”, afirmou Paulo Portas, referindo-se à polémica em torno das reformas antecipadas.

"Os parceiros da coligação, que competem um com o outro, o PCP e o Bloco, andavam a anunciar que isto seria um paraíso para as reformas antecipadas. [...] A solução do Governo é de tal forma diferente do Jackpot que na prática é quase um regresso ao regime da troika", sublinhou, afirmando que se criaram "percepções demasiado elevadas" que apenas resultaram em "desilusões".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório