Meteorologia

  • 18 DEZEMBRO 2018
Tempo
12º
MIN 11º MÁX 12º

Edição

Bloco defende gratuitidade de manuais até ao 12.º ano em todo o país

De acordo com Catarina Martins, o Bloco está a trabalhar nessa opção, adiantando que já foram feitos avanços neste sentido no Orçamento do Estado.

Bloco defende gratuitidade de manuais até ao 12.º ano em todo o país
Notícias ao Minuto

11:30 - 19/09/18 por Filipa Matias Pereira 

Política Catarina Martins

Nesta segunda-feira, o início do ano letivo marcou a agenda política e a atualidade nacional. Já esta quarta-feira, Catarina Martins esteve também na Escola Sarah Afonso, nos Olivais, em Lisboa, dando continuidade à visita às instituições de ensino neste período de arranque.

Em breves declarações aos jornalistas, a líder bloquista realçou que têm sido feitos avanços no Orçamento do Estado para 2019 no que à proposta de atribuição de manuais escolares diz respeito. A coordenadora do Bloco de Esquerda reconheceu ainda que, em Lisboa, esse percurso foi mais “rápido”, fruto da “vereação da Educação” na autarquia.

Neste momento, recordou, “há manuais escolares gratuitos em todo o país para o primeiro e segundo ciclos. Já em Lisboa, por via do acordo que fizemos, garantimos a gratuitidade até ao 12.º ano e essa deve ser uma realidade a nível nacional”. 

Outra das bandeiras do Bloco de Esquerda prende-se com o acesso aos transportes públicos. Em Lisboa a circulação nestes meios é gratuita até aos 12 anos e “está a trabalhar-se para que os preços dos passes tenham em consideração a família”. Estas são medidas que, no entendimento de Catarina Martins, devem ser estendidas a todo o país.

Por fim, Catarina Martins destacou o trabalho feito pelo Bloco de Esquerda no que às cantinas escolares diz respeito. "Ficamos orgulhosos do trabalho que o Bloco de Esquerda fez para mudar as cantinas, acabar com o plástico, ter confeção local e no próprio dia, estamos orgulhosos de poder garantir em Lisboa manuais gratuitos até ao 12.º ano, por estarmos a transformar os passes e, portanto, o acesso ao transporte coletivo ser gratuito para as crianças e ser especial para as famílias", elencou.

Assim, no Orçamento do Estado para 2019, o Bloco de Esquerda quer estender a todo o país estas três medidas que diz ter provado ser possível fazer em Lisboa.

Saliente-se que já o PCP havia anunciado no final do mês de agosto que tentaria incluir no Orçamento do Estado para 2019 livros escolares grátis até ao 12.º ano, cedidos a título definitivo aos alunos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório