Meteorologia

  • 15 NOVEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 13º MÁX 16º

Edição

"Chacota é o que o ministro anda a fazer das Forças Armadas"

O líder do principal partido da oposição e o ministro da Defesa têm trocado vários ‘mimos’ a propósito do roubo de material de guerra do paiol de Tancos.

"Chacota é o que o ministro anda a fazer das Forças Armadas"
Notícias ao Minuto

12:00 - 11/09/18 por Patrícia Martins Carvalho 

Política Duarte Marques

No discurso de encerramento da Universidade de Verão do PSD, Rui Rio disse que o Governo é “incapaz de dar mais respostas” sobre o desaparecimento do material de Tancos, razão pela qual apelou ao Ministério Público que faça a “acusação correta” o mais breve possível. Neste seguimento, o líder do PSD utilizou uma expressão eternizada por Raul Solnado num sketch sobre a guerra: “Os gatunos chegaram à guerra e estava fechada, aproveitaram para levar o que levaram”, brincou Rio.

Em resposta, o ministro da Defesa fez uma publicação na sua página de Facebook na qual acusou o líder social-democrata de “fazer chacota com as Forças Armadas”.

Face à publicação de Azeredo Lopes, o deputado do PSD Duarte Marques diz ter ficado “algo incrédulo” com a reação do ministro ao pedido de ‘responsabilidades e de esclarecimentos’” feito por Rio, tendo então passado ao 'ataque'.

“Chacota é o que o senhor ministro anda a fazer das Forças Armadas desde que tomou posse. Os episódios são frequentes, mas recordo que foi Azeredo Lopes que disse que todo o material desaparecido foi ‘encontrado e com bónus’, foi este ministro que desautorizou oficiais, foi este ministro que obrigou Chefes do Estado Maior a fazer declarações políticas a proteger o Governo, foi este ministro que omitiu compromissos europeus ao Parlamento”, afirmou.

Numa publicação feita na sua página de Facebook, o deputado do PSD referiu ainda que Azeredo Lopes “constantemente se demite das suas responsabilidades de defesa dos militares”, acusando-o também de não ter tido “força junto de Centeno para despachar a tempo as verbas necessárias para a manutenção dos paióis”.

“É este ministro que é conivente com a perseguição política a alguns militares e é este ministro que frequentemente deixa entender que quem manda no seu gabinete é o camarada Vasco”, rematou.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório