Meteorologia

  • 18 OUTUBRO 2018
Tempo
20º
MIN 19º MÁX 22º

Edição

“Como é que o primeiro-ministro pode dizer que este fogo é uma exceção?"

O coordenador do programa eleitoral do CDS-PP criticou, nas redes sociais, as declarações de António Costa sobre o incêndio de Monchique.

“Como é que o primeiro-ministro pode dizer que este fogo é uma exceção?"
Notícias ao Minuto

11:00 - 10/08/18 por Natacha Nunes Costa 

Política Mesquita Nunes

António Costa tem sofrido duras críticas pela sua postura durante o incêndio de Monchique, que esta sexta-feira, ao fim de uma semana a assombrar o Algarve, foi dado como dominado.

Depois da polémica das fotografias partilhadas no Twitter, o primeiro-ministro foi acusado de estar a desvalorizar o fogo ao dizer Monchique "será a exceção que confirma a regra do sucesso". Apesar de António Costa ter esclarecido, esta quinta-feira, que as suas declarações “foram descontextualizadas e deturpadas”, as críticas a esta afirmação continuam.

No Facebook, o centrista Adolfo Mesquita Nunes admitiu que não é fácil ser primeiro-ministro perante uma tragédia como esta, contudo, para o coordenador do programa eleitoral do CDS-PP, nem essa situação pode desculpar as palavras de Costa.

“Não pode ser coisa fácil, um primeiro-ministro dar a cara num momento destes, saber que palavras usar, que tom empregar, porque há momentos em que todas as opções nos parecem menos boas, momentos em que um político se define. Mas mesmo com essa dificuldade, não podemos deixar de perguntar: como é que ocorre ao nosso primeiro-ministro dizer que um incêndio destes é a exceção que confirma um sucesso?”, escreveu Adolfo Mesquita Nunes nas redes sociais.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório