Meteorologia

  • 18 AGOSTO 2018
Tempo
20º
MIN 19º MÁX 21º

Edição

PSD reitera que Governo "tem de cumprir" o que prometeu aos professores

O líder parlamentar do PSD defendeu hoje que o Governo "prometeu aos professores" a contagem integral do tempo de carreiras e, por isso, "tem de cumprir" essa promessa, escusando-se a responder se a mesma tem cabimento orçamental.

PSD reitera que Governo "tem de cumprir" o que prometeu aos professores
Notícias ao Minuto

13:57 - 14/06/18 por Lusa

Política Fernando Negrão

"O PSD o que defende é que, tendo o Governo prometido, deve cumprir. O Governo prometeu aos professores que faria a contagem do tempo de serviço que foi objeto de uma paralisação", afirmou Fernando Negrão no final da reunião da bancada parlamentar social-democrata, sobre o posicionamento do partido no debate de atualidade marcado pelo PCP para sexta-feira sobre este assunto.

Questionado se o cabimento orçamental de uma contagem do serviço -- que o Governo estima em 600 milhões de euros por ano, valor contestado pelos sindicatos -- não preocupa os sociais-democratas, Fernando Negrão respondeu: "Naturalmente, mas é também uma preocupação para o PSD as promessas que os políticos fazem e que algumas vezes não cumprem".

O líder parlamentar do PSD foi ainda instado a sugerir onde será possível ir buscar o dinheiro para esta medida, mas recusou fazer esse exercício.

"Eu não sugiro, eu levanto o problema: o que levou o PS a prometer se agora vem dizer que não tem dinheiro para cumprir aquilo que prometeu?", questionou, salientando que foi aprovado um projeto de resolução no âmbito do último Orçamento do Estado, no sentido de contar toda a carreira dos professores.

"O Governo tem de resolver o problema de uma maneira ou de outra", disse.

Outro dos temas abordados na reunião, segundo Negrão, foi a legislação laboral, nomeadamente o acordo de concertação social alcançado entre Governo, entidades patronais e a UGT.

No entanto, questionado se o PSD já definiu o sentido de voto sobre a proposta do Governo -- que traduzirá esse acordo -- Negrão respondeu negativamente.

"O debate será só no início de julho [dia 6], a estratégia do PSD está a ser construída e a seu tempo será dado conhecimento", afirmou.

Fernando Negrão também não revelou o sentido de voto do PSD em relação à proposta de alteração da Lei das Finanças Locais que será debatida e votada já na sexta-feira.

"O PSD decidirá amanhã de manhã", afirmou.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.