Meteorologia

  • 19 AGOSTO 2018
Tempo
22º
MIN 19º MÁX 25º

Edição

Ferro Rodrigues alerta para "degradação do debate no espaço público"

Presidente da Assembleia da República elogiou resultados do Governo PS e dos acordos com os partidos à Esquerda. Para além disso, deixou um alerta relativamente à emergência de "movimentos inorgânicos" na sociedade portuguesa.

Ferro Rodrigues alerta para "degradação do debate no espaço público"
Notícias ao Minuto

16:05 - 26/05/18 por Pedro Bastos Reis 

Política Congresso PS

Na sua intervenção no 22º Congresso do Partido Socialista (PS), o presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, elogiou a solução governativa em Portugal e deixou alertas relativamente à “degradação do espaço público”, referindo-se a “movimentos inorgânicos” que vão surgindo na sociedade portuguesa.

Relativamente à Geringonça, Ferro Rodrigues recordou o Congresso de 2016, quando ainda subsistiam “algumas dúvidas acerca da sustentabilidade dos acordos que permitiram ao PS forma Governo”. Hoje, diz o presidente da Assembleia da República, “é caso para dizer que primeiro estranhou-se, depois entranhou-se”.

“A própria evolução das forças mais à Direita do espetro partidário é a maior demonstração da forma como esta solução política, liderada pelo PS, se impôs. Não me interessa se isso se deveu a viragens à Esquerda ou à Direita do PS. Essa geometria política não diz nada aos portugueses”, sublinhou o histórico socialista.

Nesse sentido, continuou, o segredo do sucesso da solução governativa assenta na “fidelidade de cada um [dos partidos] à sua identidade, a convergência na política económica e social”.

Depois, Ferro Rodrigues congratulou-se pelo facto de Portugal ter “dos poucos parlamentos da União Europeia onde não há lugar à representação do ódio e da xenofobia”. Contudo, alerta, “não estamos imunes aos risco de contágio”, sendo que “são já evidentes, na sociedade portuguesa, os sinais que nos chegam de movimentos inorgânicos e até de uma certa degradação do debate no espaço público, e não apenas, nem sobretudo, na política”

“Infelizmente, emerge hoje uma nova lógica, assente na violência verbal, na cultura de tribo, no desprezo pelo conhecimento, que tem de ser travada”, denunciou Ferro Rodrigues, salientando que “essas tendências nefastas devem ser combatidas sem hesitações, quando ainda estão nesta fase difusa e embrionária, sob pena do seu caráter inorgânico se transformar em orgânico num curto espaço de tempo, como já sucede em alguns países europeus, alguns fundadores do próprio projeto europeu”.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.