Meteorologia

  • 24 JUNHO 2018
Tempo
24º
MIN 22º MÁX 25º

Edição

Eutanásia: "Dar cuidados até ao fim é que uma solução de século XXI"

Assunção Cristas reafirmou esta quinta-feira, numa manifestação contra a legalização da eutanásia em frente ao Parlamento, que o CDS é contra "a execução da morte".

Eutanásia: "Dar cuidados até ao fim é que uma solução de século XXI"
Notícias ao Minuto

14:58 - 24/05/18 por Melissa Lopes

Política Assunção Cristas

A líder do CDS marcou esta quinta-feira presença no protesto contra a legalização da eutanásia que se juntou em frente a Assembleia da República, reafirmando a já conhecida posição do partido em relação à questão.

“O CDS afirmou desde o início que é a favor da dignidade da vida até ao final, isto quer dizer a favor dos cuidados paliativos, a favor de um acolhimento aos doentes em todos os momentos da sua vida, e é contra a eutanásia que é a execução da morte”, disse Assunção Cristas, sublinhando que o “Parlamento não tem mandato do povo português para decidir uma matéria tão sensível, tão delicada e tão importante quanto seja esta”

Para o CDS, “a prioridade está em dar cuidados até ao fim” e “não está em ter mais uma prestação no SNS que seja a execução da morte”.

Comentando os projetos de lei que vão na próxima semana a debate e votação, a centrista disse que estes “vão no mau caminho” e que “não vão no caminho de dignificar a pessoa”.

No seu entender, “vão no caminho, se calhar, mais fácil e mais barato de resolver os problemas no SNS, que devem ser resolvidos dando mais saúde, mais qualidade, mais cuidados, quando não é possível tratar, cuidados que retirem o sofrimento ao doente e apoiem os seus familiares”. “Isso é que é uma solução de século XXI, humana, carinhosa, que nós entendemos que deve ser prioridade para o país”, defendeu. 

“Isso é que é uma solução de século XXI, humana, carinhosa, que nós entendemos que deve ser prioridade para o país”, acentuou aos jornalistas no final da manifestação que durou cerca de duas horas e onde estiveram presentes diversas comunidades religiosas, além de psicólogos, médicos e enfermeiros. 

De sublinhar que o Parlamento vai votar na próxima terça-feira quatro projetos de lei a favor da despenalização da eutanásia (PAN, PS, BE e PEV). O PCP já fez saber que irá votar contra, considerando que a sua aprovação seria um "retrocesso civilizacional", e, segundo Fernando Negrão, a maioria dos deputados do PSD irá igualmente votar contra. Confrontado com o sentido de voto destes partidos, o PS, afirmou que é "prematuro" antecipar chumbo de diplomas

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.