Meteorologia

  • 18 JUNHO 2018
Tempo
21º
MIN 19º MÁX 23º

Edição

Jornadas parlamentares do CDS-PP arrancam hoje em Viana do Castelo

As jornadas parlamentares do CDS-PP arrancam hoje em Viana do Castelo com o debate sobre o futuro quadro comunitário no centro da agenda, contando com a presença do eurodeputado e vice-presidente Nuno Melo.

Jornadas parlamentares do CDS-PP arrancam hoje em Viana do Castelo
Notícias ao Minuto

06:07 - 21/05/18 por Lusa

Política Debate

Como o CDS-PP tem tradição eleitoral no distrito de Viana do Castelo -- liderando há décadas a autarquia de Ponte de Lima -- estas serão também umas jornadas abertas, em que os deputados e a líder do partido, Assunção Cristas, irão andar no terreno, com vários momentos de visitas e contactos com a população.

O programa das jornadas arranca logo às 09:30, com a apresentação de cumprimentos na Câmara Municipal de Ponte de Lima, liderada pelo democrata-cristão Victor Mendes, seguindo-se uma visita a uma exploração agrícola no município. Ainda antes de almoço, os deputados terão uma reunião de trabalho com a cooperativa de produtores de pesca de Viana do Castelo.

A abertura formal das jornadas está marcada para as 15:00, com uma intervenção do líder parlamentar, Nuno Magalhães, seguindo-se o primeiro painel temático dedicado aos fundos europeus.

"Aproxima-se um debate fundamental em relação aos fundos europeus e o CDS não deixará de o incluir nas suas jornadas", justificou o líder parlamentar do CDS-PP, Nuno Magalhães, em declarações aos jornalistas na sexta-feira parlamento.

Além de Nuno Melo, serão oradores neste painel o secretário-geral da Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP), Luís Mira, e António Braz Costa, Diretor Geral do Centro Tecnológico Têxtil e Vestuário (CITEVE) e administrador executivo do CeNTI (Centro de Nanotecnologia e Materiais Funcionais e Inteligentes).

Na antecipação das jornadas, Nuno Magalhães anunciou que o CDS-PP irá levar a debate e a votos no parlamento em 21 de junho um projeto de resolução apresentado pelo partido em janeiro sobre o futuro quadro comunitário, e no qual se defende que o essencial é que Portugal consiga "um bom acordo", sem redução nem nas verbas para a Política Agrícola Comum nem para a política de coesão.

"Uma Europa sem coesão não é Europa, é trair o seu objetivo fundador (...). Mais nenhum partido apresentou ainda qualquer projeto na Assembleia da República, sabemos que há um acordo entre PS e PSD, mas não há nenhuma consequência", salientou.

Ainda no primeiro dia das jornadas, está marcada para o final do dia uma reunião com presidentes de junta das freguesias mais afetadas pelos incêndios, e com a direção e o Comandante dos Bombeiros de Monção.

"Fizemos questão de, num distrito muitíssimo afetado pelos incêndios e não tão noticiado porque felizmente não houve vítimas mortais, não deixar de falar neste assunto", explicou Magalhães.

O primeiro dia das jornadas termina com um jantar com militantes e simpatizantes do CDS, assinalando a tomada de posse da Comissão Política Concelhia de Monção.

Na terça-feira de manhã, haverá tempo para um momento de contacto com o eleitorado no centro de Viana do Castelo, seguindo-se o segundo painel temático das jornadas, dedicado à 'economia azul', uma escolha justificada por Nuno Magalhães com a importância do mar e da dimensão atlântica de um distrito como Viana do Castelo.

Bruno Bobone, presidente da Câmara de Comércio e Indústria Portuguesa (CCIP), e Helena Abreu, do Centro de Investigação e Empreendedorismo de Ílhavo (CIEMAR), serão os dois oradores deste painel.

O encerramento das jornadas parlamentares está marcado para terça-feira as 12:30, com uma intervenção da presidente Assunção Cristas.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.