Meteorologia

  • 15 OUTUBRO 2018
Tempo
17º
MIN 17º MÁX 17º

Edição

Lusodescendente ferida no atropelamento em Toronto sem nacionalidade lusa

A lusodescendente ferida no atropelamento em Toronto, no Canadá, que provocou 10 mortos na segunda-feira, é canadiana e não tem nacionalidade portuguesa, comunicou hoje fonte do gabinete do secretário de Estado das Comunidades Portuguesas.

Lusodescendente ferida no atropelamento em Toronto sem nacionalidade lusa
Notícias ao Minuto

18:30 - 25/04/18 por Lusa

País Canadá

Os serviços consulares de Portugal em Toronto contactaram "a família da lusodescendente que foi ferida" e apurou que Mavis Justino, um dos 15 nomes que integram a lista de vítimas com ferimentos no incidente, não é portuguesa, tem nacionalidade canadiana".

"Os pais são naturais dos Açores e a lusodescendente ferida em Toronto nasceu no Canadá", acrescentou a mesma fonte, sublinhando que Mavis Justino, a quem o Consulado de Portugal em Toronto transmitiu "desejo de rápida recuperação", tem "todo o apoio das autoridades canadianas".

Mavis Justino é filha de pais portugueses, naturais da ilha Terceira.

"Gostava de agradecer a todos aqueles que me enviaram mensagens de preocupação e de amor", escreveu Mavis Justino, na rede social Facebook.

A vítima, com "um longo processo de recuperação", sublinhou ainda o facto de ter "conseguido sobreviver".

O suspeito do atropelamento, Alex Minassian, foi acusado na terça-feira da morte de 10 pessoas e da tentativa de homicídio de 15 outras no atropelamento de segunda-feira.

Um juiz de Toronto decidiu na terça-feira levar a julgamento Alek Minassian, que não apresentou qualquer recurso nem contestou nenhuma das acusações e terá de comparecer em tribunal, para julgamento, em 10 de maio próximo.

As fotos e vídeos da detenção mostraram um homem agressivo, que enfrenta um polícia empunhando o que parece ser uma pistola, ao lado de uma carrinha branca com a dianteira da carroçaria amolgada.

O atropelamento mortal ocorreu quando Toronto acolhe uma reunião dos ministros da Segurança Pública do G7, depois de ter sido o anfitrião, durante o fim de semana, da reunião dos ministros dos Negócios Estrangeiros dos sete países mais industrializados do mundo (Estados Unidos, Japão, Alemanha, França, Reino Unido, Itália e Canadá).

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório