Meteorologia

  • 19 DEZEMBRO 2018
Tempo
12º
MIN 11º MÁX 15º

Edição

Mais de uma centena de famílias de Loures temem ser despejadas

Mais de uma centena de famílias que residem em prédios pertencentes à companhia de seguros Fidelidade, no concelho de Loures, estão a ser informadas de que os seus contratos não serão renovados, temendo ficar sem alternativa habitacional.

Mais de uma centena de famílias de Loures temem ser despejadas
Notícias ao Minuto

21:29 - 18/03/18 por Lusa

País Fidelidade

A apreensão destes moradores foi manifestada ao final desta tarde durante uma concentração, junto a um dos quatro prédios que será afetado por esta decisão da seguradora, proprietária dos imóveis.

Em causa está, segundo explicaram alguns dos moradores à agência Lusa, o facto de a Fidelidade ter começado a notificar os inquilinos dos prédios de que o seu contrato não irá ser renovado, e de que passado alguns meses terão de entregar as chaves do imóvel.

A alguns moradores residentes há mais de 30 naqueles apartamentos está a ser dado um prazo de dois anos para que entreguem a chave do apartamento, segundo contou à agência Lusa Elisabete Costa, que tem assumido o papel de porta-voz do grupo.

"É uma situação que envolve várias centenas de famílias. Amanhã (segunda-feira) iremos começar a contabilizar o número exato e na quinta-feira iremos expor a situação à Assembleia Municipal de Loures. Queremos acreditar que será possível evitar que venham todas estas famílias para a rua", apontou.

A moradora, que está a pagar uma renda de quinhentos euros, sublinha que será "impossível conseguir encontrar uma alternativa a um menor preço no mercado de arrendamento.

"Sabemos como estão os preços das rendas. Não sei como é que a minha família e as outras irão conseguir sobreviver se nos tirarem daqui. É uma situação dramática apontou.

Entretanto, os moradores já criaram uma página no Facebook para "trocar ideias e dar conta da intenção de despejo", fazendo já parte desse grupo elementos da Câmara Municipal de Loures e da União de Freguesias de Santo António dos Cavaleiros e Frielas.

A Lusa contactou a Fidelidade mas não obteve, até agora, resposta.

Em outubro do ano passado a Fidelidade tinha anunciado querer "reforçar a solidez" da empresa com a venda de 277 imóveis, localizados em várias partes do país.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório