Meteorologia

  • 17 DEZEMBRO 2018
Tempo
MIN 7º MÁX 10º

Edição

Ministério nega que autorização de obras tenha tardado meio ano

Ministério das Finanças garante que os relatórios que indicaram a necessidade de realização de obras a curto prazo foram realizados um em janeiro, outro em fevereiro.

Ministério nega que autorização de obras tenha tardado meio ano
Notícias ao Minuto

21:33 - 08/03/18 por Melissa Lopes 

País Ponte 25 de Abril

"O Ministério das Finanças esclarece que a autorização das obras de manutenção da Ponte 25 de Abril não tardou os seis meses que têm sido referidos pela comunicação social", afirma a tutela numa nota de esclarecimento enviada às redações.

De acordo com o Ministério, a Lei do Orçamento do Estado para 2018 "previa já os montantes necessários à intervenção na Ponte 25 de Abril, no quadro do calendário de manutenção regular e plurianual previamente estabelecido".

"Recentemente, dois relatórios, um de Janeiro de 2018 (realizado pelo Instituto de Soldadura e Qualidade) e outro de Fevereiro de 2018 (realizado pelo LNEC), indicaram a necessidade de realização de obras a curto prazo, confirmando a programação previamente definida pela Infraestruturas de Portugal", sublinha tutela, garantindo ainda que, face à "urgência identificada" nesses relatórios, "o Ministério das Finanças aprovou prontamente as respetivas portarias de extensão de encargos".

Esta quinta-feira, a revista Visão divulgou que o Governo recebeu no mês passado um relatório do Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC) que alerta para a necessidade de "medidas urgentes" de reparação da ponte, depois de "terem sido detetadas 'fissuras' numa zona estrutural da travessia".

A revista indicou também que este relatório, confidencial, foi enviado ao Governo há cerca de seis meses.

O presidente do LNEC já veio dizer que a segurança da Ponte 25 de Abril não está em causa e que as obras necessárias - que vão decorrer durante dois anos - têm tudo para decorrer com normalidade. “Com base na informação que temos podemos afirmar que a Ponte 25 de Abril esteve segura, está segura e vai continuar a estar segura”, assegurou. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório