Meteorologia

  • 17 AGOSTO 2018
Tempo
25º
MIN 22º MÁX 27º

Edição

E-toupeira: Terminou o inquérito e arguidos ficaram em silêncio

Paulo Gonçalves e José Augusto Silva, suspeitos na operação e-toupeira, foram esta tarde presentes a tribunal, no Campus de Justiça, em Lisboa.

E-toupeira: Terminou o inquérito e arguidos ficaram em silêncio
Notícias ao Minuto

18:49 - 07/03/18 por Notícias Ao Minuto 

País Justiça

Dois dos arguidos do caso e-toupeira estiveram esta tarde no Campus de Justiça, em Lisboa, a ser interrogados, mas remeteram-se ao silêncio. A audição já terminou e as medidas deverão ser conhecidas ainda esta quarta-feira.

Esta quarta-feira, a SIC Notícias avançou que o Benfica pode também ser constituído arguido, depois de, ontem, ter sido detido o assessor jurídico do Sport Lisboa e Benfica, Paulo Gonçalves, por uma investigação da Unidade Nacional de Combate à Corrupção da Polícia Judiciária e do DIAP de Lisboa.

O advogado é acusado de corrupção ativa já que, alegadamente, terá tentado subornar três funcionários do Ministério Público que teriam acesso privilegiado à plataforma Citius, nomeadamente ao que ao caso dos e-mails diz respeito. 

O causídico acabou mesmo por passar a noite na Polícia Judicária, e ainda durante o dia de ontem foi detido um funcionário do Ministério da Justiça e foram constituídos arguidos os outros dois colaboradores, para além do agente de futebol Óscar Cruz, um homem próximo de Paulo Gonçalves. 

[Notícia em atualização]

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.