Meteorologia

  • 03 ABRIL 2020
Tempo
20º
MIN 8º MÁX 20º

Edição

GNR deteve idoso por crime de incêndio. Queimada descontrolou-se

Queima de sobrantes descontrolou-se tendo consumido uma área total de 20 mil m2 de mato e pinheiros.

GNR deteve idoso por crime de incêndio. Queimada descontrolou-se

O Comando Territorial da Guarda deteve ontem, dia 26 de fevereiro, um homem com 81 anos pela prática do crime de incêndio florestal, no concelho da Covilhã.

Através de um comunicado enviado às redações, a GNR conta que “no seguimento de uma ação de patrulhamento, os militares verificaram uma coluna de fumo, tendo-se deslocado ao local, onde detetaram a deflagração de um incêndio resultante de uma queima de sobrantes”.

Essa  mesma queima, detalha a GNR, descontrolou-se tendo consumido uma área total de 20 mil m2 de mato e pinheiros.

O detido foi constituído arguido e sujeito à medida de coação de termo de identidade e residência.

A GNR recorda que a realização de queimas são permitidas em todos os espaços rurais, fora do período crítico e desde que não se verifiquem os índices de risco temporal de incêndio de níveis muito elevado e máximo.

"É, no entanto, proibido fazer queimas a menos de 30 metros de quaisquer construções e a menos de 300 metros de bosques, matas, lenhas, searas, palhas, depósitos de substâncias suscetíveis de arder e, independentemente da distância, sempre que deva prever-se risco de incêndio", reforça a autoridade, esclarecendo ainda que "não carece de um licenciamento da câmara municipal, devendo, no entanto, ser consultado o índice de risco temporal de incêndio". 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório