Meteorologia

  • 26 SETEMBRO 2018
Tempo
22º
MIN 21º MÁX 23º

Edição

Confrontos antes do dérbi minhoto deixaram três polícias feridos

A polícia precisou de intervir para acalmar o clima que se viveu em Guimarães.

Confrontos antes do dérbi minhoto deixaram três polícias feridos

Nos confrontos entre adeptos do Vitória Sport Clube e do Sporting Clube de Braga, no passado domingo, antes do dérbi minhoto, três elementos policiais ficaram com ferimentos ligeiros e pelo menos três adeptos também ficaram feridos e precisaram de assistência, um deles no hospital de Guimarães.

As autoridades recordam que tudo ocorreu por volta das 18h20, “quando os autocarros dos adeptos visitantes ainda se encontravam na auto-estrada, em direção à cidade de Guimarães e devidamente acompanhados por meios policiais, um grupo de cerca de 100 adeptos, também apoiantes do Sporting Clube de Braga, todos vestidos com roupas escuras e sem sinais clubísticos exteriores que os identificassem (vulgarmente designados por ‘casuals’), surgiram na Rua Teixeira de Pascoais, em Guimarães”.

Os indivíduos iniciaram cânticos de apoio e frases insultuosas que se dirigiam a um grupo de cerca de 100 adeptos do Vitória, utilizando artigos de pirotecnia na direção dos adeptos que se encontravam no local.

“Em consequência disto, os adeptos apoiantes da equipa visitada precipitaram-se na direção dos visitantes, munidos de garrafas, pedras, mesas e cadeiras de esplanada”, refere a PSP em comunicado.

Os confrontos levaram à intervenção da polícia que procedeu a “vários disparos de arma anti-motim com munições menos letais (vulgarmente designados por bagos de borracha), uma vez que os adeptos de ambos os clubes persistiam em confrontar os elementos policiais”.

“Após o controlo da situação, esta Polícia conduziu 52 adeptos do Sporting Clube Braga, intervenientes nestes confrontos, às instalações policiais de Guimarães para efeitos de identificação, e posterior comunicação às autoridades competentes”, realça a PSP.

As autoridades frisam ainda que foram provocados danos em viaturas e em montras nos locais dos confrontos e foram apreendidas “23 partes de mobiliário (cadeiras e mesas) destruídas e utilizadas como armas de arremesso e de impacto, duas proteções bocais, um cinto, vários artigos pirotécnicos deflagrados e por deflagrar e várias gramas de diferentes produtos estupefacientes”.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório