Meteorologia

  • 22 OUTUBRO 2018
Tempo
19º
MIN 19º MÁX 20º

Edição

Proteção Civil dos Açores dá formação a 300 pessoas em dois anos

A Proteção Civil dos Açores iniciou hoje um conjunto de ações de formação sobre gestão e planeamento de emergência, que vai abranger 300 pessoas de todos os concelhos do arquipélago.

Proteção Civil dos Açores dá formação a 300 pessoas em dois anos
Notícias ao Minuto

12:37 - 15/02/18 por Lusa

País Ensino

"Esta ação vai decorrer nos próximos dois anos. Serão realizadas 15 ações de formação em todas as ilhas dos Açores, para abranger todos os concelhos", adiantou, em declarações aos jornalistas, o secretário regional da Saúde, Rui Luís, que tutela a Proteção Civil nos Açores.

O governante falava à margem do arranque da primeira ação de formação, que terá 12 horas, divididas por dois dias, e que decorre em Angra do Heroísmo, reunindo duas dezenas de agentes de Proteção Civil do concelho, do serviço municipal e de outras entidades que colaboram com esse serviço.

"Vamos abranger cerca de 300 pessoas. São ações de formação de 12 horas. Estamos a falar em cerca de 180 horas de formação, ao nível da gestão e planeamento de emergência municipal", adiantou o secretário regional da Saúde.

Segundo Rui Luís, o objetivo é fortalecer a cultura de emergência nos Açores e melhorar a articulação entre o serviço regional de Proteção Civil e os serviços municipais.

"Há que haver uma articulação muito forte entre o serviço regional e os serviços municipais. É esta articulação que nós vamos verificar e no fim de cada formação há um exemplo prático para se testar essa articulação", salientou, acrescentando que serão dadas competências ao nível da elaboração e da operacionalização de planos de emergência.

De acordo com o secretário regional da Saúde, todos os municípios dos Açores já têm um plano de emergência, mas esta formação poderá ser útil na atualização destes planos, que têm de se adaptar, por exemplo, ao crescimento do turismo na região.

"Esta formação ao longo de dois anos também é para dar mais competências aos municípios para poderem atualizar os seus planos de emergência, quando for necessário", apontou.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório