Meteorologia

  • 15 AGOSTO 2018
Tempo
21º
MIN 21º MÁX 22º

Edição

SEF deteta 15 estrangeiros em situação irregular na região Centro

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) anunciou hoje ter detetado 15 cidadãos estrangeiros em situação irregular no país no âmbito de um conjunto de ações de fiscalização realizadas na região Centro nos últimos dias.

SEF deteta 15 estrangeiros em situação irregular na região Centro
Notícias ao Minuto

18:57 - 14/02/18 por Lusa

País Fiscalização

"Em Aveiro, onde foi realizado o maior número de ações, foram detetados dez cidadãos em situação irregular em território nacional", enquanto em Viseu "foram identificados quatro cidadãos em situação irregular" e na Nazaré, no distrito de Leiria, um outro, informa uma nota de imprensa do SEF.

Já em Coimbra "foram detetados sete cidadãos estrangeiros sem a situação regularizada, cinco dos quais numa exploração agrícola, numa ação que contou com a colaboração" da Autoridade para as Condições do Trabalho e da Autoridade Tributária.

"No total, foram identificados cerca de 200 cidadãos, 75 dos quais" estrangeiros, adianta o SEF, explicando que as fiscalizações "foram direcionadas para estabelecimentos de diversão noturna, restauração, estabelecimentos de massagens, empresas de pequena dimensão, explorações agrícolas, além de ações na via pública, inseridas num plano de controlo da atividade dos cidadãos estrangeiros em território nacional e de prevenção e combate à exploração de trabalhadores em situação irregular".

O SEF acrescenta que 12 "dos cidadãos detetados em situação documental irregular foram notificados para abandono voluntário de território nacional, sob pena de, não o fazendo, puderem ser detidos e afastados coercivamente, enquanto outros quatro, todos identificados em Aveiro, por não terem cumprido com notificação que lhes havia sido dirigida, foram detidos por permanência ilegal, aguardando agora os trâmites dos processos de afastamento que lhes foram instaurados".

"Os restantes seis indivíduos, por estar a decorrer o procedimento de afastamento (em dois casos) ou por se ter verificado que poderão reunir condições para regularizar a respetiva situação em Portugal, foram notificados para comparência nos serviços do SEF", esclarece este órgão de polícia criminal.

Segundo o SEF, "foram instaurados seis processos de contraordenação às entidades patronais que tinham ao seu serviço cidadãos estrangeiros em situação irregular, com coimas, cujos valores, no total, podem oscilar entre os 12.000 e os 60.000 euros".

As ações decorreram em Aveiro, Coimbra, Viseu, Castro Daire, Nazaré e Castelo Branco.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.