Meteorologia

  • 21 OUTUBRO 2018
Tempo
20º
MIN 19º MÁX 20º

Edição

Ex-agente do SIS Carvalhão Gil condenado por espionagem

Carvalhão Gil foi condenado por sete anos e quatro meses, avança a RTP.

Ex-agente do SIS Carvalhão Gil condenado por espionagem

Frederico Carvalhão Gil, antigo trabalhador do Serviço de Informações e Segurança (SIS), foi hoje o condenado por espionagem e corrupção ativa com uma pena de prisão de sete anos e quatro meses. 

O tribunal acreditou que o espião pôr em causa a segurança nacional.

Na versão do Ministério Público, o arguido funcionário do SIS foi recrutado pelo Serviço Externo da Federação Russa (SVR) para, a troco de pagamento de quantias em dinheiro, prestar informações cobertas pelo segredo de Estado às quais tinha acesso devido às suas funções.

A acusação diz ter apurado a realização de três encontros entre o arguido funcionário do SIS e o oficial do SVR [Sergey Nicolaevich Pozdnyakov].

Elementos da PJ terão encontrado na posse do oficial do SVR um documento manuscrito que lhe havia sido entregue pelo funcionário do SIS, contendo informação que foi considerada protegida pelo segredo de Estado.

Ao funcionário do SIS foram apreendidos diversos documentos e objetos, bem como a quantia de 10 mil euros, verba que lhe havia sido entregue pelo oficial do SVR, como contrapartida das informações que indevidamente tinha recebido, segundo a acusação.

O ex-diretor do Serviço de Informações da República Portuguesa (SIRP) Júlio Pereira, o diretor do SIS, Adélio Neiva da Cruz e vários inspetores da Unidade Nacional de Combate ao Terrorismo da PJ foram testemunhas no julgamento.

[Notícia atualizada às 14h48]

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório