Meteorologia

  • 18 AGOSTO 2018
Tempo
26º
MIN 26º MÁX 26º

Edição

Hospitais do Oeste vão ter sistema de desinfeção para evitar 'legionella'

Os hospitais das Caldas da Rainha, Peniche e Torres Vedras vão ser equipados com um sistema de desinfeção do circuito de água para evitar futuras contaminações de 'legionella", divulgou o Centro Hospitalar do Oeste (CHO).

Hospitais do Oeste vão ter sistema de desinfeção para evitar 'legionella'
Notícias ao Minuto

16:53 - 26/01/18 por Lusa

País Contaminação

O CHO "iniciou um procedimento para aquisição, o mais rapidamente possível, de um sistema de desinfeção do circuito de água fria e águas quentes sanitárias para as três unidades hospitalares [Caldas da Rainha, Peniche e Torres Vedras]", divulgou hoje o Conselho de Administração (CA).

A medida tem por base a deteção da existência da bactéria 'legionella' na Unidade Hospitalar de Torres Vedras, noticiada hoje pela Lusa, e que obrigou ao encerramento do Serviço de Ortopedia 2 e à recolocação dos 17 doentes que se ali se encontravam internados em outros serviços daquele hospital.

A instalação do novo sistema de desinfeção para as três unidades tem por "finalidade a obtenção de resultados negativos para 'legionella' em todos os pontos em que a mesma foi detetada", bem como a prevenção de "possíveis situações futuras", explicou o CHO, num comunicado em resposta às questões colocadas pela agência Lusa.

A medida é, segundo o CHO, "considerada a solução mais adequada pelas autoridades técnicas competentes em Saúde Pública", já que a situação, detetada a 8 de janeiro, está desde então a ser acompanhada pela autoridade local de Saúde Pública, articulada com a autoridade Regional de Saúde Pública.

A autoridade local de Saúde Pública considera "do ponto de vista da Saúde Pública a situação de baixo risco", revelou o CHO, que já hoje tinha assegurado não haver doentes nem profissionais daquele hospital infetados com a bactéria.

A deteção da bactéria ocorreu no âmbito das colheitas de amostras de água, que são realizadas com regularidade mensal.

Desde 8 de janeiro "estão a ser tomadas as medidas de prevenção e minimização deste baixo risco no Hospital", entre as quais, refere o comunicado, "choques térmicos e temperaturas nos pontos de utilização de água, com periodicidade semanal", de acordo com as recomendações da autoridade local de Saúde Pública.

A "desinfeção dos prelatores das torneiras e dos crivos dos chuveiros com produto adequado para o efeito e a monitorização da situação através da realização de colheitas periódicas" são outras das medidas em curso.

O Centro Hospitalar do Oeste integra os hospitais de Torres Vedras, Caldas da Rainha e de Peniche e detém uma área de influência constituída pelas populações daqueles três concelhos, Óbidos, Bombarral, Cadaval e Lourinhã, e de parte dos concelhos de Alcobaça (freguesias de Alfeizerão, Benedita e São Martinho do Porto) e de Mafra (com exceção das freguesias de Malveira, Milharado, Santo Estevão das Galés e Venda do Pinheiro).

A população abrangida é de 292.546 pessoas, número que sobe para mais de 300 mil pessoas devido a eventos sazonais e aos doentes referenciados pelos centros de saúde.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.