Meteorologia

  • 15 AGOSTO 2018
Tempo
20º
MIN 20º MÁX 20º

Edição

Novo programa da SIC pode "violar direitos das crianças"

Em causa está o programa 'Supernanny' que estreou ontem, domingo.

Novo programa da SIC pode "violar direitos das crianças"
Notícias ao Minuto

11:10 - 15/01/18 por Inês André de Figueiredo 

País Supernanny

A Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção das Crianças e Jovens (CNPDPCJ) acredita que o episódio de ‘Supernanny’ que foi transmitido ontem na SIC, em dia de estreia, não tem em conta os direitos das crianças.

“Numa primeira análise efetuada ao conteúdo do programa, [a CNPDPCJ] considera existir elevado risco do programa violar os direitos das crianças, designadamente o direito à sua imagem, à reserva da sua vida privada e à sua intimidade. Trata-se de um conteúdo manifestamente contrário ao superior interesse da criança, podendo produzir efeitos nefastos na sua personalidade, imediatos e a prazo”, pode ler-se no comunicado enviado às redações.

Os conteúdos pré-anunciados pelo canal de televisão já haviam espoletado “queixas” à comissão, o que levou “a CNPDPCJ [a manifestar] junto da estação de televisão SIC a sua preocupação face a este tipo de formato e conteúdos, solicitando uma intervenção com vista à salvaguarda do superior interesse da criança”.

À Entidade Reguladora da Comunicação Social foi pedida, entretanto, uma análise ao conteúdo do programa e foi encaminhada informação para a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ), para que haja “avaliação e acompanhamento do caso”.

O Notícias ao Minuto contactou a SIC que está a par da situação e que terá promete uma reação em breve.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.