Meteorologia

  • 17 DEZEMBRO 2017
Tempo
MIN 6º MÁX 8º

Edição

Cabify apresenta propostas para regulação

A empresa partilhou com o Governo, com os grupos parlamentares e com o IMT as suas propostas para as empresas eletrónicas de transportes. Estas propostas foram divulgadas um dia depois do Tribunal da Relação de Lisboa ter declarado que a atividade da Uber é ilegal.

Cabify apresenta propostas para regulação
Notícias ao Minuto

14:30 - 06/12/17 por Notícias Ao Minuto

País Transportes

A regulação no setor das plataformas eletrónicas de transporte volta a estar em destaque, depois de o Tribunal da Relação de Lisboa ter declarado que a atividade da Uber é ilegal. A Cabify, outra das principais empresas deste setor, apresentou propostas para a regulação da atividade ao Governo, aos grupos parlamentares e ao Instituto da Mobilidade e dos Transportes.

Num comunicado enviado às redações, a Cabify revela ter apresentado um documento dividido em três temas principais: Qualidade e Segurança, Concorrência entre os Diferentes Operadores de Mercado e Contingentação pela Positiva.

Este documento abrange os temas que a Cabify considera serem fundamentais para o setor, como “a segurança dos utilizadores e motoristas, a exigência de qualidade e de eficácia, bem como o respeito pelos operadores de mercado e pelo impacto urbano e ambiental”.

Entre os pontos-chaves propostos pela Cabify estão a definição de requisitos mínimos para o recrutamento de motoristas, nomeadamente testes psicotécnicos e formação obrigatória dos motoristas. A empresa também propõe a livre definição de preços por parte das plataformas eletrónicas, de forma a garantir a “proteção da rentabilidade de parceiros e motoristas” e o acesso às faixas de BUS.

A Cabify também pede um esclarecimento da “possibilidade de integração dos táxis nas plataformas eletrónicas em questão”.

Nuno Santos, o diretor-geral da Cabify em Portugal, afirma que estas propostas representam “o compromisso da Cabify para com a sociedade e o setor onde opera e o contributo claro e transparente da empresa no processo regulatório em curso”.

“Acreditamos que uma regulação progressista e abrangente será benéfica para os utilizadores da Cabify, que contarão com uma solução alternativa, complementar e segura para a sua mobilidade, bem como para os motoristas e parceiros, que verão a sua atividade finalmente enquadrada”, acrescenta o responsável da Cabify.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório