Meteorologia

  • 19 AGOSTO 2018
Tempo
35º
MIN 35º MÁX 36º

Edição

Capítulo III: 'Batalha' das quatro linhas rodará na barra dos tribunais?

O Caso dos Emails continua a fazer correr tinta. Para lá das denúncias de Francisco J. Marques e das novas revelações do Benfica, há uma batalha a decorrer, batalha essa que envolve mais do que a simples troca de argumentos. Esta nova disputa corre nos tribunais e envolve várias das mais importantes sociedades de advogados do país.

Capítulo III: 'Batalha' das quatro linhas rodará na barra dos tribunais?

Em poucos meses o Caso dos Emails tomou conta das atenções em torno do futebol português e chegou já a fazer vítimas, entre silêncios e alegadas cumplicidades. Em novembro, cinco minutos depois da primeira 'prova', o caso passou de episódio isolado a processo de tribunal.

Da denúncia do diretor de comunicação do FC Porto, Francisco J. Marques, em junho deste ano, vimos surgir uma queixa-crime apresentada pelo Benfica, queixa essa motivada pelo alegado acesso ilegítimo aos emails das águias. Seguiram-se buscas da Polícia Judiciária no estádio da Luz e uma extensa troca de ‘agressões’ entre clubes.

O suposto esquema de condicionamento sobre a arbitragem, que o FC Porto acusa o Benfica de ter montado, levou o Notícias ao Minuto a debruçar-se em profundidade sobre o assunto e a encontrar respostas para o que se tem passado.

Neste terceiro capítulo será possível perceber concretamente que o caso já passou as quatro linhas dos campos de futebol há muito, tendo passado a ser também uma ‘guerra’ na Justiça, com grandes sociedades de advogados, algumas das mais relevantes em Portugal, a representarem os dois clubes envolvidos.

O processo, como é sabido, está selado sobre a necessidade de manter o segredo de justiça, facilitando, desta forma, a investigação das autoridades. Mas, para lá dos processos dos investigadores, muito se tem falado sobre ‘ataques’ e ‘contra-ataques’, com a chegada de informações constantes, e de parte a parte.

Na última semana, quase como argumento de retaliação, foi o próprio Benfica a revelar um ‘Novo Apito Dourado’, tendo sido postas em causa as Associações de Futebol do Porto e de Braga e figuras de proa da direção azul e branca.

Porém, para lá disso, no campo judicial, o Benfica apresenta-se para 'combate' com uma equipa de advogados reforçada, preparando, com todos os argumentos possíveis, a defesa relativa ao Caso dos Emails.

Fonte consultada pelo Notícias ao Minuto confirmou que a Abreu Advogados, a Vieira de Almeida & Associados e a Correia, Seara, Caldas, Simões e Associados estão a trabalhar juntas na defesa do clube da Luz. Mas há mais uma sociedade ligada ao processo, totalizando, assim, quatro.

Notícias ao Minuto sabe que há uma outra sociedade a estudar o caso, preparando-se para colaborar com a defesa do clube da Luz, juntando-se, desta forma, às sociedades já reveladas.

Do lado do FC Porto, a sociedade Gil Moreira Dos Santos, Caldeira, Cernadas & Associados (GMSCC) é, até aqui, a representante legal do clube, sendo que esta sociedade mantém uma ligação ao emblema nortenho que já perdura há vários anos, tendo sido, inclusivamente, utilizada por Pinto da Costa, que também a ela tem recorrido para o representar.

Apesar de apenas uma sociedade de advogados parecer estar a tratar da defesa do FC Porto, é possível que, nas próximas semanas, com o aumentar da complexidade do processo, surjam nomes de advogados ou sociedades ligados a este caso.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.