Meteorologia

  • 24 JANEIRO 2018
Tempo
MIN 6º MÁX 10º

Edição

Incêndios não dão tréguas. Há doze mortos e 25 feridos a lamentar

Estes são os números trágicos do balanço daquele que é considerado o pior dia do ano em matéria de incêndios.

Incêndios não dão tréguas. Há doze mortos e 25 feridos a lamentar
Notícias ao Minuto

08:29 - 16/10/17 por Notícias Ao Minuto

País Chamas

Quase 6.000 homens estavam ao início da manhã no terreno a combater as chamas em todo o país, apoiados por cerca de 1.800 veículos, após um fim de semana com casas ardidas e famílias realojadas. E o balanço deste que é já considerado o pior dia do ano em matéria de incêndios é trágico: há já 12 mortos e 25 feridos a lamentar, avança a SIC Notícias. 

A mais recente vítima mortal registou-se em Santa Comba Dão, Viseu, durante a madrugada. Mais três mortos confirmados em Vouzela. Duas pessoas morreram também em Penacova, distrito de Coimbra, uma na Sertã, no distrito de Castelo Branco, duas em Oliveira do Hospital e uma em Nelas, distrito de Viseu.

Várias habitações arderam, diversas localidades foram evacuadas e há estradas que se mantêm cortadas ao trânsito.

A Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC) dá conta de que são já 22 os incêndios mais importantes a lavrar no país. Um dos mais significativos é o que lavra desde o início da manhã de ontem na freguesia de Lousã e Vilarinho, em Coimbra.

Trata-se, com efeito, de um incêndio com duas frentes e levou já as autoridades a ativar os planos distrital de emergência de Coimbra e municipal da Lousã. Dada a gravidade da situação, há neste momento 192 veículos no terreno.

Por sua vez, o incêndio que começou ao início da tarde de domingo em Pataias e Martingança, em Alcobaça (Leiria), e alastrou a outros municípios, obrigou a encerrar escolas em Vieira de Leiria, no concelho de Marinha Grande.

Igualmente preocupantes são os incêndios que lavram no Sabugueiro, em Seia (Guarda), em Macieira de Cambra, Vale de Cambra (Aveiro), na freguesia de Ermida e Figueiredo, na Sertã (Castelo Branco), em Sandomil, no concelho de Seia (Guarda), em Merufe, Monção (Viana do Castelo), sendo que este obrigou ao corte da estrada municipal entre Longos Vales para Merufe.

Ao início desta manhã mais de uma centena de bombeiros lutava para combater os fogos de Arganil (Coimbra), o que obrigou inclusive a ativar o Plano Distrital de Emergência de Coimbra.

O verão deste ano tinha sido marcado pela severidade dos incêndios em Pedrógão Grande, mas este fim de semana foi considerado igualmente trágico pelas autoridades. O dia de ontem foi, aliás, o pior em matéria de incêndios, tendo-se registado mais de 500 fogos em território nacional.

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório