Meteorologia

  • 14 DEZEMBRO 2017
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

MP acusa agente de execução de se apropriar de 110 mil euros

O Ministério Público (MP) acusou um agente de execução de se apropriar de cerca de 110 mil euros, dinheiro depositado em processos executivos, adiantou hoje a Procuradoria-Geral Distrital do Porto.

MP acusa agente de execução de se apropriar de 110 mil euros
Notícias ao Minuto

19:53 - 13/10/17 por Lusa

País PGR

Na sua página oficial, a procuradoria salienta que o arguido se apoderou desta quantia no exercício das suas funções, entre 10 de setembro de 2003 a 16 de fevereiro de 2012.

"Este montante era resultante da soma de diversas quantias que recebera em processos executivos ao longo daqueles anos, como produto da venda de bens penhorados ou como pagamento voluntário de dívidas, e que devia ser aplicado unicamente no pagamento das quantias exequendas e dos encargos com o processo", sustenta.

O MP considera ainda que o suspeito, a partir de finais de 2003, deixou de cumprir as ordens judiciais dadas nos vários processos em que estava nomeado como agente de execução.

O homem está acusado de um crime de peculato e de prevaricação.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório