Meteorologia

  • 23 JANEIRO 2018
Tempo
MIN 5º MÁX 11º

Edição

Greve dos juízes desconvocada

Segundo a Associação Sindical dos Juízes Portugueses, houve "abertura clara da Assembleia da República" para discutir o Estatuto dos Juízes, pelo que os juízes decidiram desconvocar a greve.

Greve dos juízes desconvocada
Notícias ao Minuto

10:09 - 20/09/17 por Pedro Bastos Reis com Lusa

País Justiça

A greve dos juízes, que estava marcada para os dias 3 e 4 de outubro, foi desconvocada, confirmou fonte da Associação Sindical dos Juízes Portugueses (ASJP) ao Notícias ao Minuto.

"A ASJP informa que decidiu dar sem efeito a greve que convocou para os próximos dias 3 e 4 de outubro", lê-se no documento enviado pela mesma fonte. 

Na origem da decisão está a "abertura clara" da Assembleia da República para discutir o Estatuto dos Juízes.

"Conforme o teor do pré-aviso divulgado e das audições entretanto realizadas com grupos parlamentares, verificou-se uma abertura clara da Assembleia da República, órgão constitucionalmente competente, para discutir todo o Estatuto dos Juízes". 

Ontem, terça-feira, a ASJP esteve reunida com o grupo parlamentar do PS, depois de já ter sido recebida pelos deputados do PSD e do CDS. 

No final do encontro, a estrutura sindical revelou a intenção de reavaliar a intenção de manter a greve. Agora, surge a confirmação de que o protesto agendado para os próximos dias 3 e 4 de outubro já não terá lugar.

Em declarações à agência Lusa, a presidente da ASJP,Manuela Paupério realça precisamente essa “grande abertura” dos grupos parlamentares, tendo então decidido que “era melhor não a fazer [a greve] nesta altura.

"É evidente que tínhamos razões para a greve, que continuam a ser válidas, mas perante esta abertura dos senhores deputados, que são quem tem competência para aprovar, vamos esperar efetivamente que honrem a palavra que nos deram de que o estatuto vai ser discutido por inteiro", realçou Manuela Paupério.

Nesse sentido, a presidente da estrutura sindical espera que as pretensões de os juízes terem "uma carreira que permita a progressão e que seja atrativa para os melhores" tenham "tradução no estatuto que vai ser aprovado".

"Foi isto que nos foi dito pelos senhores deputados" e, em função disso, entendemos que a desconvocação da greve era "a decisão mais ajustada", justifica.

Quando anunciou a greve, a 08 de setembro passado, a ASJP referiu que, não obstante toda a abertura e sentido de responsabilidade demonstrados, "o Governo continua a desconsiderar os juízes com o seu ruidoso silêncio".

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório