Meteorologia

  • 24 SETEMBRO 2017
Tempo
26º
MIN 25º MÁX 27º

Edição

TAP quebra regra para trazer tripulação de volta a Portugal em segurança

Tripulação que trabalhou esta sexta-feira num voo de longo curso voltou a viajar, sem estar de serviço, para poder regressar a Portugal.

TAP quebra regra para trazer tripulação de volta a Portugal em segurança
Notícias ao Minuto

19:52 - 08/09/17 por Anabela de Sousa Dantas

País Furacão Irma

Quando uma tripulação faz um voo de longo curso fica impedida de viajar no mesmo dia, pela sua segurança e a dos passageiros ao seu cuidado. Esta regra incontornável foi hoje flexibilizada pela TAP, tendo em vista a segurança e comodidade dos seus colaboradores.

A tripulação que estava de serviço no voo realizado de Lisboa para Miami esta sexta-feira, com a duração de cerca de 9 horas, teve autorização para regressar a Portugal no voo de regresso, com os restantes passageiros no voo que já estava planeado. Sublinhe-se que a equipa não regressou em serviço mas como passageiros (em Miami estava já outra equipa preparada para fazer o voo de regresso do aparelho, como é regra).

Ainda que regressando como passageiros - e assim não colocando em risco a segurança do voo - o procedimento dita que não se deve fazer dois voos de longo curso seguidos.

Conforme esclareceu fonte da TAP ao Notícias ao Minuto, tendo em conta que todos os voos entre Lisboa e Miami estão cancelados até segunda-feira, não fazia sentido a tripulação ficar naquela cidade do estado da Florida, onde é esperada a chegada no furacão Irma no domingo.

Esta decisão foi tomada em acordo com o Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil. “Tendo a TAP Portugal contactado este sindicato naquele sentido, a resposta dada foi a de total colaboração para ultrapassar as contingências que o Furacão Irma está a causar, tendo sido o voo prontamente aceite”, indicou o sindicato em comunicado.

Recorde-se que o furacão Irma causou até agora mais de 12 mortos à passagem pelas Antilhas Menores e Porto Rico, deixando uma destruição generalizada, e obrigou cerca de 700 mil pessoas a deixarem as suas casas em Cuba e mais de 19 mil na República Dominicana. Depois da sua passagem por Cuba e Bahamas, espera-se que siga em direção ao estado norte-americano da Florida até ao final do fim de semana.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório