Meteorologia

  • 23 JULHO 2018
Tempo
19º
MIN 18º MÁX 19º

Edição

Fogo em Mação "voltou a assumir comportamento muito extremo"

O incêndio de Mação e o de Gavião são neste momento as duas principais ocorrências no país.

Fogo em Mação "voltou a assumir comportamento muito extremo"
Notícias ao Minuto

19:36 - 18/08/17 por Melissa Lopes

País Proteção Civil

Fazendo um novo balanço dos incêndios ativos no país, a adjunta-nacional da Proteção Civil, Patrícia Gaspar, referiu-se aos dois mais preocupantes: o de Mação e o de Gavião, situações que estiveram calmas da parte da manhã e que se complicaram à tarde.

No caso de Mação (distrito de Santarém), este esteve "sempre ativo" ao longo do dia, apesar da relativa acalmia de manhã. Contudo, durante a parte da tarde, "voltou a assumir um comportamento muito extremo, com índices de propagação elevadíssimos a atingir algumas zonas onde existem povoações", disse Patrícia Gaspar, referindo-se nomeadamente a Aboboreira, Ortiga, Vale da Abelha, Rosmaninhal e Ventosa. O incêndio causou ainda, recorde-se, o corte da A23 entre Mação e Gardete

Quanto a Gavião, a adjunta-nacional referiu que o incêndio chegou a ser dado como dominado de manhã, mas reativou-se pelas 16 horas, com uma evolução "muito desfavorável, com uma frente de incêndio em grande desenvolvimento". Devido a este fogo, a praia fluvial de Gavião foi evacuada e várias pessoas retiradas de algumas povoações (Torre Cimeira e Torre Fundeira).

Patrícia Gaspar fez ainda um balanço do número de feridos: Houve, até ao momento, 94 feridos, 67 dos quais assistidos pelo INEM. Mantém-se o alerta laranja para todo o país, referiu a adjunta-nacional, mostrando preocupação relativamente às previsões meteorológicas para o fim de semana: Muito calor (as temperaturas vão chegar aos 40 graus em algumas regiões), vento seco e humidade relativa baixa. 

Em termos de reforço de meios operacionais no combate aos fogos florestais, confirmou-se confirmou hoje "a vinda de três helicópteros 'Super Puma', da Suíça, que, à partida, poderão começar a operar já no próximo domingo", adiantou Patrícia Gaspar.

Os incêndios ativos obrigaram ainda ao corte da Estrada Nacional (EN) 3, na zona de Mouriscas, da EN118, junto a Gavião, e ainda da linha ferroviária da Beira Baixa, entre Abrantes e Ortiga.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.