Meteorologia

  • 18 JULHO 2018
Tempo
21º
MIN 19º MÁX 22º

Edição

"É preciso despartidarizar a problemática dos incêndios"

O bispo de Leiria-Fátima, António Marto, defendeu hoje que "é preciso despartidarizar" a problemática dos incêndios, pedindo ao Presidente da República para garantir que o assunto não cai no esquecimento.

"É preciso despartidarizar a problemática dos incêndios"
Notícias ao Minuto

19:59 - 12/08/17 por Lusa

País António Marto

preciso despartidarizar este problema, que é uma causa nacional. Não se pode permitir que ninguém o instrumentalize", afirmou António Marto, que falava durante a conferência de imprensa que se realizou antes do começo oficial da peregrinação do Migrante e Refugiado, em Fátima.

O bispo de Leiria-Fátima apelou ao Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, para conjugar "sinergias" e não "deixar cair no esquecimento esta causa".

Todos os anos, frisou, a tragédia dos incêndios repete-se, assim como "os erros".

Para António Marto, é necessário garantir convergências das diferentes instâncias da sociedade, mobilizando todas as entidades para garantir uma resposta adequada ao problema.

Segundo o bispo de Leiria-Fátima, é necessário atacar problemas como "o ordenamento territorial, a limpeza das florestas", bem como a preparação dos meios de prevenção.

"Vivemos um momento particularmente dramático por causa dos incêndios, de norte a sul do país", notou.

Durante a conferência de imprensa e em nome do Santuário de Fátima, António Marto deixou "uma palavra de solidariedade para com todas as vítimas dos incêndios" e para com "todos aqueles que os têm combatido e combatem com uma grande abnegação".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.