Meteorologia

  • 23 SETEMBRO 2017
Tempo
19º
MIN 19º MÁX 20º

Edição

"Têm-se verificado falhas pontuais na rede SIRESP"

A Proteção Civil admite que se têm registado falhas no SIRESP em alguns dos incêndios que têm lavrado no país nos últimos dias. Há 10 incêndios em curso nesta altura.

"Têm-se verificado falhas pontuais na rede SIRESP"
Notícias ao Minuto

10:59 - 12/08/17 por Notícias Ao Minuto

País ANPC

Sexta-feira registou-se um novo máximo diário de incêndio em Portugal. 220 ocorrências, de acordo com a informação dada por Patrícia Gaspar, a adjunta de operações da ANPC, durante o briefing matinal que tem sido habitual nos últimos dias.

A responsável disse que há 10 incêndios em curso, sendo os mais preocupantes os incêndios de Abrantes e de Alvaiázere. Patrícia Gaspar referiu que o "tempo seco vai continuar" e que os fortes ventos "têm sido de um fator muito complicado no terreno".

Um bom exemplo disso mesmo é o incêndio de Abrantes que esteve quase a ceder aos esforços dos bombeiros mas que "voltou a ter várias reativações" devido ao vento. Patrícia Gaspar adiantou que este incêndio está agora "estabilizado", mas recusa fazer previsões de quando poderá ser dado como dominado.

Patrícia Gaspar voltou a ser questionada por falhas recentes do SIRESP. "Têm-se verificado falhas pontuais, constrangimentos pontuais na rede SIRESP. Aquilo que temos feito é tentar colmatá-las com a máxima brevidade possível. Nos últimos incêndios que temos vindo a acompanhar não houve constrangimentos de maior, impacto de maior nas operações com estas falhas", disse.

As falhas, entretanto colmatadas, foram sentidas nos incêndios de Abrantes, Cantanhede e Mealhada.

A responsável confirmou que o estado de alerta laranja vai manter-se até dia 14.

A terminar o briefing, Patrícia Gaspar fez um apelo.

"Eu não posso deixar de aproveitar esta oportunidade para mais uma vez apelar a todos os portugueses que assumam um comportamento adequado aos espaços florestais. Ontem no espaço de duas horas só na zona de Pombal registámos mais de oito incêndios florestais. São situações que não podem continuar a acontecer, que põem em causa aquele que é um dos patrimónios mais importantes do nosso país que é a natureza, mas também a segurança de todos os operacionais que estão no terreno a tentar pôr cobro a todas as situações", afirmou.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório