Meteorologia

  • 18 OUTUBRO 2017
Tempo
16º
MIN 16º MÁX 16º

Edição

"Quis ajudar. Solução não era bater". Atleta do Benfica protegeu pilotos

O homem com uma estatura acima da média que surge nas imagens das televisões a proteger os tripulantes da aeronave, que esta tarde aterrou de emergência na praia de São João da Caparica, é o basquetebolista do SL Benfica, Nicolas dos Santos.

"Quis ajudar. Solução não era bater". Atleta do Benfica protegeu pilotos
Notícias ao Minuto

21:49 - 02/08/17 por Ana Lemos

País Nicolas dos Santos

O basquetebolista do SL Benfica, Nicolas dos Santos, assistiu esta quarta-feira à tragédia na praia de São João da Caparica, que fez duas vítimas mortais, um homem de 56 anos e uma criança de oito.

Após uma aterragem de emergência no areal, os pilotos saíram da aeronave, sem ferimentos, mas depararam-se com a revolta dos banhistas.

Entre eles, e próximo do local do acidente, estava Nicolas dos Santos que acabou, como mostra um vídeo amador a que a SIC Notícias teve acesso, por garantir a segurança dos tripulantes.

"Estava na praia com a minha mulher e vimos a avioneta a voar de forma estranha, muito baixa, como se estivesse prestes a cair… e vimos mesmo a avioneta a cair na praia e a embater no homem e na menina. Foi muito complicado, viveram-se momentos de muito medo e aflição", relatou em declarações ao Site Oficial do SL Benfica.

"As pessoas começaram a correr em pânico, a fugir, vimos vários pais a correr com os filhos… foi horrível. A minha mulher correu para junto da criança e não conseguia parar de chorar… porque assistiu a tudo e à aflição da mãe abraçada à filha. Foi horrível! Eu corri para ajudar o nadador salvador, pois havia cada vez mais pessoas a chegar à praia e queriam bater no piloto da avioneta e no tripulante, também eles cheios de medo", conta o basquetebolista.

Notícias ao Minuto

Por isso, decidiu intervir. "Meti-me no meio para tentar evitar que acontecesse outra tragédia. Quis ajudar. A solução não era bater, era manter a calma e esperar que as autoridades, a polícia e a ajuda médica de emergência chegassem. Manter a calma era o mais importante no momento", relata Nicolas dos Santos, que no meio da tragédia tentou apelar à calma.

Notícias ao Minuto

"Mesmo assim, a tragédia não foi maior porque hoje era dia de semana, estava vento e, apesar de estarem bastantes pessoas na praia, esta não estava tão lotada como se fosse a um fim de semana. Podia ter sido muito pior", conclui o atleta do Benfica que esta quarta-feira assistiu ao acidente na praia de São João da Caparica.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório