Meteorologia

  • 26 SETEMBRO 2017
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 15º

Edição

Depois de onda de calor, chuva regressa no próximo domingo

Vai poder respirar de alívio. Para domingo, dia 25, está prevista nebulosidade e períodos de chuva ou aguaceiros por todo o país. As temperaturas vão manter-se mais baixas ao longo da próxima semana.

Depois de onda de calor, chuva regressa no próximo domingo
Notícias ao Minuto

14:02 - 23/06/17 por Goreti Pera

País Meteorologia

A onda de calor que assolou o país chegou ao fim. Para a próxima semana está prevista uma descida da temperatura, que se manterá com pequenas variações até sexta-feira, dia 30.

Segundo explicou ao Notícias ao Minuto fonte do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), a chuva chegará a todo o território nacional já este domingo.

Para este dia está prevista “nebulosidade com ocorrência de períodos de chuva ou aguaceiros a começar pelas regiões do Litoral Centro e Sul e, gradualmente, a estender-se às regiões do Norte”. Há ainda “condições para haver trovoada”.

As temperaturas máximas oscilarão, previsivelmente, entre os 22 ºC e os 27 ºC, sendo que as mínimas deverão variar entre os 15 ºC e os 17 ºC. Ao longo da semana, “não haverá variações significativas da temperatura”, que se manterão nestes níveis até sexta-feira.

Sábado: subida no Algarve e Alentejo

O dia de amanhã contará, porém, com uma exceção. Apesar de por todo o país as temperaturas se manterem em relação ao dia de hoje, está prevista uma ligeira subida para a costa Sul do Algarve e para o Alentejo Interior.

Nestas regiões, as temperaturas máximas oscilarão (em média) entre os 32 e os 35 ºC, com as noites a registar entre 20 e 23 ºC. A subida acabará por ser colmatada pela descida prevista para domingo.

É de referir, ainda em relação ao Alentejo Interior, que as temperaturas máximas para domingo podem chegar aos 30 ºC, enquanto no resto do país não deverão subir para além dos 27 ºC.

Chuva chega após onda de calor

A chuva do próximo domingo faz respirar de alívio a maioria dos portugueses, depois de uma onda de calor ter atingido o país de Norte a Sul.

Nos primeiros 20 dias de junho bateram-se recordes. Segundo o IPMA, “no período de 1 a 20 de junho, o valor médio da temperatura máxima do ar em Portugal continental foi de 31.2 °C, valor superior ao normal em 5.8 °C; o valor médio da temperatura média foi de 23.3 °C, cerca de 3.9 °C superior ao normal; já o valor médio da temperatura mínima do ar de 15.5 °C foi 2.0 °C superior ao valor normal”.

O fatídico dia 17 de junho – que ficará marcado na memória dos portugueses pela morte de 64 pessoas devido aos incêndios em Pedrógão Grande – “foi o mais quente, com 29.4 °C de temperatura média (+10.0 °C em relação ao normal), 39.1 °C de temperatura máxima (+13.8 °C em relação ao normal) e 19.7 °C de temperatura mínima (+6.2 °C em relação ao normal)”, informa o Instituto Português do Mar e da Atmosfera.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório