Meteorologia

  • 23 NOVEMBRO 2017
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

“Culpados somos nós, de ainda não termos resolvido este flagelo"

O fundador do Clube dos Pensadores diz que precaução florestal deve ser “ensinado nos bancos das escolas e haver uma prevenção efectiva e educativa”.

“Culpados somos nós, de ainda não termos resolvido este flagelo"
Notícias ao Minuto

23:30 - 19/06/17 por Notícias Ao Minuto

País Joaquim Jorge

Numa altura em que Portugal enfrenta uma das suas maiores tragédias, Joaquim Jorge defende que “não é altura de acusar ninguém, mas sim, de enaltecer os bombeiros, que são dos cidadãos mais estimados no nosso país”.

Para o fundador do Clube dos Pensadores, “a hora não é de acusação a ninguém”, até porque “culpados somos nós, de ainda não termos resolvido este flagelo que nos persegue todos os anos”.

Joaquim Jorge defende que “é preciso aprender a proteger a floresta e prevenir incêndios”, antes que chegue o verão ou as temperaturas aumentem.

“Gerir a vegetação num raio de 50 metros à volta da casa é fundamental e obrigatório. Ter sempre à mão algo com que possa extinguir um foco de incêndio (extintor, mangueira, enxadas, pás). Convém ainda ter de reserva um rádio, uma lanterna a pilhas (e pilhas a mais), material de primeiros socorros e sapatos fortes e isolantes do calor”, recorda como medidas de precaução, defendendo que tudo isto deve ser “ensinado nos bancos das escolas e haver uma prevenção efectiva e educativa”.

"Mas tenho pouca fé na prevenção pois os jovens de hoje, amanhã não quererão viver no interior e não poderão pôr em prática o que aprenderam e ensinar aos outros", lamenta.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório