Meteorologia

  • 23 JULHO 2017
Tempo
21º
MIN 21º MÁX 21º

Edição

Passos Coelho desloca-se na segunda-feira à Proteção Civil

O presidente do PSD, Pedro Passos Coelho, desloca-se na segunda-feira à sede da Autoridade Nacional de Proteção Civil, na sequência do incêndio que deflagrou no sábado em Pedrógão Grande e que já causou 61 mortos.

Passos Coelho desloca-se na segunda-feira à Proteção Civil
Notícias ao Minuto

21:59 - 18/06/17 por Lusa

País Pedrógão Grande

Passos Coelho cancelou hoje todas as iniciativas partidárias para esta semana devido a esta tragédia. Fonte do partido explicou à Lusa que a deslocação de segunda-feira, marcada para as 11:00, "é uma iniciativa institucional para se inteirar de todos os esforços que a Proteção Civil tem feito nos últimos dias".

Inicialmente, da agenda de segunda-feira do presidente do PSD constavam iniciativas partidárias em Coimbra e a apresentação, ao final da tarde, da candidatura de Fernando Seara à Câmara Municipal de Odivelas.

Na noite de sábado, Passos Coelho manifestou pesar e solidariedade pela evolução da situação trágica em Pedrógão Grande, durante um evento partidário que decorria em Ansião.

Nessa ocasião, o líder do PSD deixou ainda uma mensagem de apreço e reconhecimento ao trabalho dos bombeiros no combate a um incêndio de proporções e consequências trágicas e de que não há memória.

"Agora é o tempo das autoridades atuarem, não é o tempo dos políticos", afirmou no sábado Passos Coelho, sublinhando "toda a confiança" no papel dos agentes de Proteção Civil, bombeiros e autoridades centrais e locais envolvidas no combate às chamas.

O último balanço dá conta de 61 mortos civis e 62 feridos, dois deles em estado grave. Entre os operacionais, registam-se dez feridos, quatro deles em estado grave. Há ainda dezenas de deslocados, estando por calcular o número de casas e viaturas destruídas.

O fogo, que deflagrou às 13:43 de sábado, em Escalos Fundeiros, concelho de Pedrógão Grande, alastrou depois aos concelhos vizinhos de Figueiró dos Vinhos e Castanheira de Pera, no distrito de Leiria, tendo já entrado pelo distrito de Castelo Branco pelo concelho da Sertã.

O Governo decretou três dias de luto nacional, entre hoje e terça-feira.

Campo obrigatório