Meteorologia

  • 23 JUNHO 2017
Tempo
27º
MIN 25º MÁX 28º

Edição

“Nos instantes mais difíceis da nossa vida como nação, somos como um só”

Marcelo Rebelo de Sousa falou num “sentimento de acrescida injustiça porque tragédia atingiu portugueses de quem menos se fala”. Anunciou que amanhã vai estar novamente no local da tragédia.

“Nos instantes mais difíceis da nossa vida como nação, somos como um só”
Notícias ao Minuto

20:53 - 18/06/17 por Notícias Ao Minuto

País Incêndios Portugal

Numa comunicação ao país, Marcelo Rebelo de Sousa começou por destacar a solidariedade dos portugueses num dos momentos mais negros do país.

“A nossa dor não tem medida, como não tem medida a nossa solidariedade”, disse o Presidente da República, que de seguida afirmou que esta é uma das maiores tragédias que Portugal já enfrentou. “Uma só morte em tais circunstâncias é sempre uma tragédia, tantas dezenas de mortes representam uma tragédia quase sem precedente na história do Portugal democrático”.

Marcelo admitiu que tragédia tinha um sabor maior de injustiça por ter atingido populações rurais. “Um sentimento de acrescida injustiça porque esta tragédia atingiu os portugueses de quem menos se fala. O país rural, isolado, com populações mais idosas”.

O Presidente anunciou que volta amanhã ao local da tragédia e agradeceu aos bombeiros, Proteção Civil e demais autoridades pelo combate ao incêndio. Um agradecimento que também estendeu ao povo português.

A terminar Marcelo disse que “esta é uma hora de dor mas também de combate, de resistência. Nos instantes mais difíceis da nossa vida como nação, somos como um só, por Portugal”.

Campo obrigatório