Meteorologia

  • 01 JUNHO 2020
Tempo
23º
MIN 17º MÁX 28º

Edição

Isabel Jonet elogia "extraordinária manifestação de solidariedade"

A presidente da Federação Portuguesa dos Bancos Alimentares contra a Fome, Isabel Jonet, considerou hoje que a campanha do passado fim de semana, que recolheu 2.445 toneladas de alimentos, demonstra uma “extraordinária manifestação de solidariedade dos portugueses”.

Isabel Jonet elogia "extraordinária manifestação de solidariedade"

Apesar de se registar uma diminuição em relação às duas últimas ações, Isabel Jonet destaca que “estas campanhas são muito importantes, não só pelas quantidades que são recolhidas, mas também pela mobilização da sociedade portuguesa para uma causa comum”.

Os bancos alimentares contra a fome recolheram no fim de semana 2.445 toneladas de alimentos nas 20 zonas de campanha, um decréscimo relativamente a maio de 2012, quando foram angariadas 2.644 toneladas, mas, segundo Isabel Jonet, “as quantidades recolhidas foram sensivelmente iguais às do ano passado”.

Na última recolha similar, em dezembro, foram angariados 2.914 toneladas, quase mais 500 do que na operação do último fim de semana, mas a responsável evita comparações com este período, “porque já é altura do Natal e as pessoas têm outro tipo de sensibilidade e também têm mais dinheiro disponível, por causa dos subsídios“.

Na campanha realizada no sábado e domingo, os alimentos doados foram “maioritariamente aqueles que o Banco Alimentar solicita, ou seja os produtos não perecíveis”, tais como o leite, o arroz, as massas, os produtos enlatados, o azeite, o óleo e o açúcar.

“Vê-se, nestas campanhas, que há menos produtos que não são básicos, como o chocolate para o leite, ou as frutas enlatadas, que são alimentos mais caros”, adiantou a presidente da Federação.

A campanha realizou-se em 1.181 superfícies comerciais de todo o país, tendo sido mobilizados cerca de 39.200 voluntários.

Isabel Jonet afirmou ainda que “estas campanhas são feitas exclusivamente com trabalho voluntário e só são possíveis porque há muitas pessoas que querem dar o seu tempo e o seu trabalho”.

“Muitas empresas quiseram também apoiar [a ação] com seguros, publicidade, cedência de empilhadores e com alimentação e transporte para os voluntários”, acrescentou.

A iniciativa prossegue até 9 de junho através do site www.alimenteestaideia.net e “destina-se às pessoas, que não vão habitualmente às compras no fim de semana, como os mais jovens, e também aos emigrantes, que querem ajudar que mais precisa”, concluiu Isabel Jonet.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório