Ministra da Administração Interna garante resposta adequada a incêndios

Constança Urbano de Sousa disse hoje que o combate aos incêndios florestais dos últimos dias tem tido uma capacidade de reação adequada, tendo sido os meios reforçados "à medida das necessidades".

© Global Imagens
País Fogos

"Até ao momento a capacidade de reação instalada tem sido adequada não só ao nível do combate inicial, mas também a outro nível do combate. Os meios vão sendo reforçados à medida do necessário", afirmou Constança Urbano de Sousa, na conferência de imprensa do Conselho de Ministros, quando questionada sobre os incêndios florestais que têm deflagrado nos últimos dias.

PUB

A ministra adiantou que atualmente as condições meteorológicas são "adversas no que diz respeito ao risco de incêndio, mas a capacidade está instalada e vai aumentando à medida das necessidades, apesar de ainda não ter entrado em vigor o Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Florestais (DECIF), que vai estar no terreno a partir de 15 de maio.

Constança Urbano de Sousa disse ainda que há "meios aéreos a operar em todos esses incêndios" e há um "reforço de grupos de intervenção onde são necessários".

Na quarta-feira, a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) informou que as regiões Norte e Centro vão registar hoje índices "elevados a muito elevados" de risco de incêndio.

De acordo com a informação da ANPC "destaca-se para os próximos dias a existência de um cenário desfavorável em termos de incêndios florestais", assente em temperaturas máximas que podem atingir valores entre os 28 e os 30 graus Celsius na generalidade do território, "situação que poderá manter-se nos próximos três dias".

A página da interna da ANPC registava, às 14:40 de hoje, 23 incêndios, que estavam a ser combatidos por 337 operacionais e 107 meios terrestres.

O incêndio que mobilizava um maior número de meios lavrava, desde as 22:00 de quarta-feira, na Peneda Gerês, e contava ao início da tarde de hoje com 60 operacionais, tendo sido desmobilizado do terreno por falta de condições de segurança o helicóptero pesado devido ao vento forte.

Na quarta-feira, um incêndio de grandes proporções obrigou ao corte do trânsito no IP 4 na zona do Marão, Vila Real, distrito onde também um outro fogo, além do registado na região da Guarda.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias Ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser