Meteorologia

  • 01 JUNHO 2020
Tempo
23º
MIN 17º MÁX 28º

Edição

Sinatra tem quatro patas, Miguel autismo. Agora podem voar juntos

Este domingo assinala-se o Dia Mundial da Consciencialização do Autismo. Um dia importante para Miguel e Sinatra, tal como aquele em que, pela primeira vez, entraram num avião juntos.

Miguel e Sinatra cresceram juntos, tornaram-se inseparáveis e esta sexta-feira ambos viajaram de avião pela primeira vez. A partir de agora, Sinatra está certificado para voar e pode ajudar o dono a fazer o mesmo.

Com cinco anos, Miguel é a primeira criança portuguesa portadora de autismo a contar com ajuda de um cão de assistência. Quando nasceu, já o labrador fazia parte da família há dois anos e a amizade entre os dois surgiu com naturalidade.

No último ano e meio Sinatra foi treinado na Associação Portuguesa de Cães de Assistência (APCA), conta Rui Elvas, presidente da associação, ao Notícias ao Minuto, mas o “elo” entre os dois já existia.

O treino teve como objetivo tornar Sinatra “invisível” para todos menos para o Miguel. É um cão preparado para entrar num restaurante, numa loja, num avião sem incomodar ninguém. Para o dono, por outro lado, a sua presença é transformadora.

“Uma criança com autismo não gosta que lhe façam perguntas, e o cão não lhas faz. Está lá, nos bons e maus momentos, sem pressionar, como elemento de conforto que permite ultrapassar barreiras do dia a dia”.

Um cão de assistência representa para uma pessoa com autismo uma figura que “a conforta, a protege, a entende”, conta Rui Elvas. Para o Miguel, o apoio do Sinatra marcou “uma mudança substancial no comportamento perante a sociedade e as pessoas que o rodeiam”.

“O Miguel não comunicava, não interagia, tinha uma grande dificuldade em ir a um hospital, por exemplo. Agora esteve internado sem problemas, com Sinatra deitado aos seus pés na cama. Vai à natação, aos treinos de futebol, a um shopping, sítio onde antes era quase impossível entrar. Ao lado do seu cão faz uma vida normal”.

E como foi andar de avião pela primeira vez? Miguel "adorou", conta Rui Elvas. O Sinatra esteve sempre deitado aos seus pés e fez a viagem de Lisboa ao Porto "tranquilo e relaxado".

Refira-se que há neste momento 12 cães em treino na APCA. Serão certificados para ajudar pessoas com deficiência física, psíquica, orgânica e hormonal.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório