Câmara sanciona fornecedor de refeição escolar mal confecionada

A Câmara de Coimbra vai aplicar uma sanção à empresa fornecedora de refeições escolares por hoje ter servido o almoço mal confecionado numa escola do primeiro ciclo do ensino básico (EB1) do concelho.

© Global Imagens
País Coimbra

De acordo com a Associação de Pais, o almoço hoje servido na EB1 de São Martinho do Bispo (Coimbra) "tinha má apresentação e sabor desagradável".

PUB

Além disso, os pais das crianças foram impedidos de fazer "o registo fotográfico" da comida e só a puderam provar "depois da intervenção da coordenadora da Escola, que atestou este mesmo mau paladar", afirma a Associação de Pais, em comunicado.

"Por parte dos meninos houve recusa em comer" a refeição, acrescenta a mesma nota, sublinhando que "os problemas com a alimentação escolar" naquele estabelecimento "persistem, num histórico invulgar, em que todos os dias há qualquer coisa mal".

As refeições "têm sido fornecidas fora do âmbito contratado pela Câmara, tendo já dado azo a vários processos da edilidade contra a empresa" fornecedora (ICA, Indústria e Comércio Alimentar).

"Mesmo não se tratando de comida estragada, vai ser aplicada uma sanção à empresa fornecedora das refeições, como previsto no caderno de encargos", afirma o gabinete de comunicação da Câmara de Coimbra, contactado pela agência Lusa.

"Não se tratou de comida estragada, mas antes de massa mal cozida", sublinha a mesma fonte.

Assim que foi detetada a situação, a Câmara de Coimbra "agiu de imediato, fazendo deslocar um técnico à EB1 de São Martinho, que ali chegou às 14:10".

Aquela escola tem sido "alvo de inúmeras monitorizações, mas hoje não foi o caso. O técnico que se encontrava a monitorizar a escola de Assafarge deslocou-se deste estabelecimento para São Martinho".

O vereador responsável pelo pelouro da educação, Jorge Alves, reuniu, na segunda-feira, com a administração da empresa ICA, fornecedora de refeições escolares no município, que "deu garantias concretas de estar a aplicar as medidas corretivas necessárias", afirma a Câmara.

A Câmara de Coimbra "está em vias de implementar outras medidas, respeitando o Código de Contratação Pública", adianta a mesma fonte, referindo que a autarquia "tem mantido ao corrente as associações de pais das diligências efetuadas".

Em 18 de novembro, "ocorreu uma reunião com as associações de pais", na qual estas "foram informadas do desenrolar de todo este processo, incluindo a Associação de Pais da EB1 de São Martinho do Bispo".

 

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS