Marcelo defende que crescimento é "grande desafio"

O Presidente da República defendeu hoje que o "grande desafio" para os próximos anos é conseguir crescimento sustentável e que existe agora um "consenso nacional" de que este deve basear-se em investimento e exportações.

© Global Imagens
País Presidente

"É verdade que o terceiro trimestre deste ano mostrou um pequeno sinal, positivo, mas um pequeno sinal em termos de crescimento. Há que converter o pequeno sinal numa realidade sustentável, ou seja, duradoura", declarou Marcelo Rebelo de Sousa, na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, defendendo que esse é o "grande desafio para os próximos anos".

PUB

O chefe de Estado, que falava no encerramento do 3.º Roteiro Visão 2020 Para a Agricultura Portuguesa, acrescentou: "Para esse efeito, há um consenso nacional que está delineado, embora a partir de perspetivas diversas: não há crescimento que não deva basear-se em investimento e em exportações".

Nesta intervenção, que durou cerca de quinze minutos, o Presidente da República afirmou que a criação de condições para o investimento interno e externo e para as exportações constitui "uma exigência constante e de regime para a definição de políticas públicas em Portugal".

Como exemplo, apontou a Web Summit, que considerou ser "o melhor que aconteceu até agora, este ano, em Portugal", por mérito do anterior Governo PSD/CDS-PP e do atual executivo do PS.

"O melhor que aconteceu até agora este ano em Portugal teve o traço do regime. A Web Summit foi um sucesso porque teve o traço de regime. Começando sob a égide de um regime, prosseguiu e teve êxito na sua primeira edição no quadro de outro Governo. O mesmo poderíamos e deveríamos dizer em todos os setores da atividade nacional", sustentou.

Segundo o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, "esse é um grande desafio, que se coloca à agricultura, sem dúvida, mas que se coloca do mesmo modo a toda a realidade económica no nosso país, que não é dissociável do panorama social".

 

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS