Apanhado em flagrante a abrir correspondência alheia. Acabou detido

Em causa está um crime de violação de segredo de correspondência.

© Getty Images
País Loulé

A Polícia Judiciária, em inquérito dirigido pelo DIAP de Faro e na sequência de uma investigação, deteve um homem, em flagrante delito, pelo crime de violação de segredo de correspondência.

PUB

Num comunicado enviado à imprensa, a PJ detalha que a detenção se materializou esta terça-feira, por volta das 9h, em Loulé, quando o arguido, no exercício da sua atividade profissional, abriu indevidamente correspondência à sua guarda, endereçada a terceiros.

Acrescenta ainda esta autoridade que foram efetuadas buscas na casa do agora detido e no Centro de Distribuição de correspondência de Loulé, tendo sido apreendido um dos objetos que teria roubado anteriormente.

O detido, de 41 anos de idade vai ser presente às autoridades judiciárias para os efeitos julgados por convenientes.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS