Polícias vítimas de acidentes em serviço aumentaram 32% em 2015

Os casos de polícias vítimas de acidentes em serviço aumentaram 32 por cento em 2015 face a 2014, segundo o balanço social da Polícia de Segurança Pública do ano passado agora divulgado.

© GlobalImagens
País PSP

"Comparativamente com o ano 2014, verifica-se que em 2015 existiu um aumento de 32 por cento no número de casos de incapacidade declarados durante o ano, relativamente aos trabalhadores vítimas de acidente em serviço", refere o documento.

PUB

O balanço social da PSP adianta que 302 polícias sofreram acidentes em serviço no ano passado, número que se situou em 205 em 2014.

Dos 302 casos ocorridos no ano passado, três resultaram numa incapacidade permanente absoluta para o trabalho habitual e 116 resultaram numa incapacidade permanente parcial, segundo o mesmo relatório.

Em relação às doenças profissionais, a PSP registou seis situações participadas e confirmadas, que levaram a 743 dias de ausência ao trabalho.

Os acidentes em serviço ou doenças profissionais são a segunda principal causa de ausência ao trabalho dos polícias, representaram 22,46 por cento. Por esta razão os elementos da PSP faltaram ao serviço mais de 85 mil dias no ano passado.

Já o cumprimento de pena disciplinar representou 0,22% das razões das faltas ao serviço em 2015.

O balanço social da PSP indica também que, durante o ano de 2015, foram instaurados 2.051 novos processos disciplinares e decididos 1.939, tendo transitado para este ano 3.353 cassos.

Em comparação com 2014, o número de processos disciplinares instaurados aumentou 14 por cento no ano passado.

De acordo com esta força de segurança, de 2014 para 2015 transitaram 3.241 processos disciplinares.

Entre os 1.939 processos decididos no ano passado, 1.327 foram arquivados (68,44%), 99 resultaram em repreensão escrita (5,11%), 406 na aplicação de pena de multa (20,94%), 83 tiveram como decisão final a aplicação de pena de suspensão (4,28%) e 24 resultaram na pena de demissão (1,24%).

O mesmo documento refere ainda que, em 2015, a PSP teve um aumento de 460 elementos em relação a 2014, representando um crescimento do efetivo de 2,13%.

No final de 2015, a PSP tinha 22.007 elementos.

 

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS